Futebol olímpico em Manaus começa nesta quinta-feira. Nigéria joga?

A série de jogos pelo Torneio Olímpico de Futebol na Arena da Amazônia, em Manaus, começa às 18h, desta quinta-feira com a partida entre a Colômbia e a Suécia, abrindo a rodada dupla do Grupo B (masculino). Logo depois, às 21h, entram em campo Japão e Nigéria. Mas este último jogo corre risco. Afinal, até o fim da tarde desta quinta-feira a delegação da Nigéria ainda estava retida em Atlanta.

A Nigéria deveria ser a primeira delegação a chegar em Manaus. Mas até a tarde desta quarta-feira ainda não havia desembarcado no Brasil, pois ocorreu um atrasado da chegada da delegação por causa de atraso no pagamento das passagens aéreas pelo comitê local, o que fez os nigerianos aguardarem em Atlanta (onde fizeram a parte final dos treinos) a definição do problema, que segundo a federação nigeriana estaria solucionado até o fim desta noite. Caso ocorra a solução, a Nigéria, sempre uma favorita no futebol masculino, chegaria poucas horas antes do início da partida.

Suécia fez a melhor adaptação

Os primeiros a chegarem à Manaus foram os suecos. Uma estratégia para a melhor adaptação ao calor amazônico que tem médias de 35 graus, neste período do ano.

Para o técnico Hakan Ericson, apesar do desgaste um pouco maior por causa do clima, os jogadores estão preparados.

- A temperatura não vai ser problema, disse.

Junto ao grupo, um dos mais animados é também um dos mais experientes da seleção sueca. O zagueiro no Hannover 96, Alexander Milosevic declarou que está muito empolgado com a disputa olímpica.

- É um momento especial, declarou.

Alguns treinos da Suécia ainda são cercados de muito mistério, assim como a escalação para a estreia.

Colômbia com dúvidas

Na mesma linha de atuação, os fortes colombianos também tem guardado segredo sobre a escalação. Só o início dos treinos é liberado à imprensa, sob recomendação do técnico Carlos Alberto Restrepo. A maior disputa está na lateral-esquerda, entre os jogadores Deiver Machado, do Millionários e Cristiano Borja, do Santa Fe. Acompanha a equipe dos "Los Cafetones" o destaque do grupo Teo Gutierrez, atual campeão da Libertadores, pelo argentino River Plate.

Japão sem mistério

Já o Japão trouxe, junto à comitiva, mais de 50 jornalistas que enchem as arquibancadas dos treinos. De todas as seleções é a única que não tem guardado mistério. A estratégia de aclimatação dos jogadores começou ainda no dia 22 de julho, em Aracaju (SE), quando fizeram treinos para a o último amistoso contra a Seleção Brasileira em que perderam de 2 a 0, sem grande potencial ofensivo.

Os samurais azuis, como estão sendo chamados, são comandados pelo técnico Makoto Teguramori. Todos os treinos das seleções são realizados em estádios novos que foram construídos ou reformados para a Copa do Mundo, em 2014.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos