Prestigiado, centro de inteligência do Timão sofre duas baixas em seis dias

Prestigiado entre diretoria e comissão técnica do Corinthians em razão do bom trabalho de análise realizado nos últimos anos, o Centro de Inteligência do Futebol (Cifut) do clube ficou desfalcado de dois profissionais nesta semana: Raony Tadeu passou a integrar o departamento de análise de desempenho do São Paulo e Leonardo Baldo deixou o setor para trabalhar nos Estados Unidos. O Corinthians busca novos funcionários para o departamento, que é chefiado por Fernando Lázaro, também auxiliar técnico do clube.

O Cifut tem diversas funções importantes na rotina do Corinthians, com o papel de municiar comissão e direção com informações: observação de adversários, monitoramento de desempenho dos jogadores do próprio clube e análise de opções de contratação do mercado. O último exemplo recente de nome referendado pelo departamento à comissão técnica foi o zagueiro Balbuena, que defendia o Libertad, do Paraguai, e hoje é titular no Timão.

Atualmente, segundo o site do Corinthians, apenas Denis Luup e Uendel Macedo estão a serviço do Cifut, que é um departamento prestigiado internamente e elogiado até pelo técnico Cristóvão Borges em entrevista ao L!.

- Uso muito (o Cifut). E eles participam bastante comigo, até por adaptação, deles saberem as coisas que prefiro, que gosto. Em questão de adaptação só houve algumas recomendações minhas de dados que eu trabalho, que para mim são importantes. Não vou falar quais, mas tem coisas que eu quero que a minha equipe exerça. Conversei com eles e no outro dia já estavam fazendo. É em relação ao comportamento da minha equipe. Por exemplo: quero que minha equipe faça alguma coisa e espero auferir aquilo com dados. Expliquei para eles e estão fazendo - afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos