Após liderança perdida, Balbuena diz: 'Não adianta se preocupar e não agir'

Derrotado por 2 a 0 pelo Atlético-PR na Arena da Baixada, o Corinthians desembarcou em São Paulo na manhã desta quinta-feira e a liderança do Campeonato Brasileiro não veio na bagagem - o resultado, somado ao empate do Santos contra o Flamengo, tirou a liderança da competição e pode derrubar o Timão mais duas posições para baixo, dependendo dos placares dos jogos de Palmeiras e Grêmio no complemento da rodada. Insatisfeito com a derrota em Curitiba, o zagueiro Balbuena disse que a liderança perdida 'não significa nada', mas deixou um alerta em relação à necessidade de melhorar para seguir entre os primeiros colocados.

- Toda derrota dói, mas a gente sabe que ainda falta muito. O fato de perder a liderança não signifca nada, e acho que daqui a várias partidas a liderança vai mudar de novo, porque tem muitos bons times lutando lá em cima com diferença mínima de pontos. Então isso não significa nada, não devemos nos preocupar, e sim nos ocupar das coisas. Não adianta se preocupar e não fazer nada, não agir, tem que trabalhar, ter consistência em nosso jogo - disse o zagueiro paraguaio, que ainda completou citando um dos elementos que devem "ocupar" a mente do Corinthians nos próximos dias.

- A gente está criando sempre situações de gol, mas não estamos aproveitando. Tem que ser mais efetivo lá em cima para fazer diferença e estar mais perto da vitória - sentenciou.

Alçado à liderança do Brasileirão pela vitória diante do Internacional, no fim de semana, o Corinthians permaneceu nesta condição apenas uma rodada, já que perdeu para o Atlético-PR três dias depois. Agora, a equipe terá tempo para descansar e se preparar antes do próximo compromisso válido pelo torneio. Na segunda-feira, no Pacaembu, o Timão recebe o Cruzeiro na última rodada do primeiro turno, às 21h. Com a quinta-feira para descansar e os três dias seguintes de trabalho, Balbuena crê em bom resultado neste confronto.

- (Tempo livre) Ajuda muito na recuperação. Jogos seguidos e viagens, cansam o time. E semana longa é sempre bom para trabalhar, ter mais tempo. Isso vai ser bom para nós, tomara que os companheiros machucados possam se integrar e assim nós estaremos prontos para o próximo jogo. Temos que trabalhar, pensar, focar no nosso jogo, nos erros que cometemos ontem (quarta-feira), para podermos melhorar como time - disse o paraguaio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos