Bandeira rasga arbitragem e diz que Fla seria líder sem 'erros': 'Por que sempre contra nós?'

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, ficou na bronca contra a arbitragem da partida contra o Santos. O mandatário rubro-negro fez duras críticas e deu indicação que há má vontade com o time carioca neste Campeonato Brasileiro.

- Foi pênalti claro. Ainda teve outro pênalti no Guerrero. Já seríamos líderes se não fossem estes erros. Se fosse erro, errava contra todo mundo. Por que sempre contra nós? - indagou o presidente em entrevista ao SporTV.

O mandatário rubro-negro garantiu que vai tomar uma atitude e protestar na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). No entanto, o próprio Bandeira de Mello não se mostrou otimista com uma resposta da entidade.

- (Vamos tomar) a mesma (atitude) que tomamos sempre. Vamos fazer um DVD e levar na CBF. Mas não vai adiantar nada. Não adiantou antes. Por que vai adiantar agora? - questionou novamente Bandeira.

O lance que gerou mais discussão e reclamação por parte do Flamengo ocorreu nos acréscimos da partida, aos 47 minutos do segundo tempo, quando a bola tocou na mão do lateral Caju. O árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva (PA) não assinalou irregularidade e mandou o jogo seguir.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos