Elenco do Santos supera desfalques e é respaldado pelos números positivos

O Santos ainda precisa esperar os jogos desta noite de Palmeiras e Grêmio para confirmar a condição de líder do Brasileirão, feito que o Peixe não consegue há dez anos, desde a 5ª rodada do Brasileirão de 2006. Mas apenas os números alcançados pela equipe já são motivo de vibração entre os próprios jogadores.

Depois de exaltarem a liderança após o empate contra o Flamengo, jogadores do Peixe elogiaram também a qualidade do elenco, que tem dado conta do recado mesmo com desfalques de extrema importância para o técnico Dorival Júnior, como Gabigol, Zeca e Thiago Maia para a Olimpíada e Lucas Lima e Ricardo Oliveira, lesionados.

Os números até aqui respaldam o elenco, reformulado pela diretoria com o aval de seu comandante. Com novas peças, o Peixe ainda não sabe o que é perder sem seus principais jogadores. Desde que o trio olímpico se despediu, na vitória sobre a Ponte Preta, foram três vitórias (Gama, Vitória e Cruzeiro) e dois empates (Gama e Flamengo).

Para manter a chama da esperança pelo eneacampeonato ainda mais acesa, o Peixe pode contar com dois "reforços" de extrema importância para a partida de domingo, contra o América-MG, em Belo Horizonte e amenizar a saudade do torcedor de ver seu time completo. Lucas Lima e Ricardo Oliveira, que não enfrentaram o Fla, podem retornar diante do Coelho. Pelo menos é o que espera Dorival.

"Seria importante ter essas voltas (Lucas Lima e Ricardo Oliveira) para domingo", resumiu.

É o Peixe cada vez mais forte na luta pelo título brasileiro, troféu que não ergue desde 2004.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos