Brasil luta, mas perde para a Lituânia na estreia do basquete masculino

A Seleção Brasileira masculina de basquete não sobreviveu a uma das maiores pedreiras de seu grupo. Neste domingo, o Brasil sofreu com faltas, não se achou no ataque e, apesar da raça no fim, acabou perdendo para a Lituânia, atual vice-campeã europeia, pelo placar de 82 a 76, em jogo disputado na Arena Carioca 1.

A torcida brasileira que enfrentou longas filas para entrar na arena - em parte por causa do atraso de pouco mais de 20 minutos na abertura dos portões - começou jogando junto, comemorando muito as cestas da Seleção e vaiando as posses ofensivas da Lituânia.

Com menos de metade do primeiro período jogada, Leandrinho cometeu sua segunda falta e teve de sair para não agravar seu quadro. Sem o ala-armador, desafogo da ofensiva brasileira, a Seleção pareceu sem confiança no ataque e perdeu o quarto de abertura por 27 a 17.

?

Leandrinho retornou apenas restando 5:41 para o intervalo. Seu substituto, Marquinhos, não se encontrou e errou até lances livres, o que é raro para o ala. Mesmo com a volta do astro, o buraco só aumentou, e a Seleção foi para os vestiários perdendo por 58 a 29.

Mesmo em menor número, a torcida da Lituânia fazia muito barulho na primeira metade do jogo e chegou a ser removida pela Força Nacional quando tentou se concentrar em lugar indevido. Mas os brasileiros sempre responderam com vaias e apoio à Seleção.

Rubén Magnano manteve só Leandrinho como titular para o terceiro quarto: saíram Marcelinho Huertas, Alex, Rafael Hettsheimeir e Nenê, e entraram Raulzinho, Marquinhos, Cristiano Felício e Augusto Lima. Ligada, a unidade chegou a inflamar a torcida duas vezes durante o período. Mesmo assim, a Lituânia não perdeu o controle e terminou o penúltimo período vencendo por 70 a 52.

Nenê entrou pela primeira vez no segundo tempo apenas quando restavam pouco menos de três minutos para o fim do terceiro período, logo após Cristiano Felício cometer sua quarta falta.

Com o pivô de volta, a Seleção Brasileira mudou o panorama do jogo. Com muita luta, inflamou a torcida e chegou a cortar a diferença para quatro pontos. Mas não foi o suficiente para compensar o início ruim, e a Lituânia venceu pelo placar de 82 a 76.

Mesmo com a derrota, Leandrinho foi o cestinha da partida com 21pontos. O maior anotador lituano foi o armador Mantas Kalnietis, que deixou a quadra com 16.

O Brasil tem outra pedreira na sequência da sua campanha: a Espanha, atual campeã europeia, na terça-feira, novamente às 14h15 na Arena Carioca 1. No mesmo dia, às 19h, a Lituânia enfrenta a Nigéria.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos