Denis pega terceiro pênalti pelo São Paulo e celebra virada de turno calma

Se o São Paulo tem enfrentado momento conturbado nas últimas semanas, o mesmo não pode ser dito para Denis. O goleiro tem apresentado desempenho cada vez melhor na meta tricolor e, neste domingo, alcançou feito que não acontecia desde 2012: defendeu uma cobrança de pênalti, na vitória por 2 a 1 sobre o Santa Cruz, na 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O duelo com o time pernambucano no Recife foi o de número 143 do arqueiro desde a chegada ao São Paulo em 2009. Três anos depois, a primeira vítima em batida de penalidade foi o chileno Valdivia, em empate em 1 a 1 com o Palmeiras no Brasileirão, na Arena Barueri. Depois, no ano seguinte, parou Leonardo Moura em amistoso contra o Flamengo, em Londrina.

- É muito importante pegar um pênalti. A felicidade é muito grande, não só de defender, mas de sair com os três pontos. A gente precisava acabar o primeiro turno vencendo. Tivemos uma pequena bobeira no fim, mas foi mais mérito do Keno no gol deles. Tínhamos praticamente a obrigação de terminar vencendo para começar o segundo turno mais tranquilos - exaltou.

O crescimento de Denis começou a chamar a atenção no clássico contra o Corinthians, em que o camisa 1 fez duas defesas difíceis para garantir empate em 1 a 1. Depois, na derrota por 1 a 0 para o Grêmio e no empate em 2 a 2 com a Chapecoense, mais uma vez evitou o pior. A melhora foi atribuída à confiança dada por Edgardo Bauza e que agora ele espera seja mantida.

- Foram poucos treinos desde a saída, mas o Bauza deixou um legado importante. Nossa equipe conseguiu colocar dentro de campo hoje (domingo) o que foi treinado. Com mais uma semana, acredito que o (interino André) Jardine vai conseguir colocar mais seu estilo em campo - destacou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos