Pela 18ª rodada seguida, Cuca deixa dúvidas na escalação do Palmeiras

  • Cesar Greco / Fotoarena

Qual será o time do Palmeiras? A resposta para esta pergunta torna-se mais difícil a cada rodada do Campeonato Brasileiro, já que o técnico Cuca é adepto do mistério: a única vez que a escalação foi confirmada antes do anúncio oficial dos titulares, cerca de uma hora antes das partidas, foi na primeira rodada, contra o Atlético-PR.

O técnico acostumou-se a fechar os portões da Academia durante as atividades táticas. Quando decidiu abrir, mostrou mais de uma opção de time aos jornalistas e não permitiu imagens da movimentação.

O treino desse sábado, o único antes da partida contra o Vitória, às 16h deste domingo, no Allianz Parque, foi fechado para a imprensa. Mesmo que tivesse sido aberto, não haveria muitas pistas da formação escolhida, já que os atletas que começaram jogando contra a Chapecoense, na quinta, fizeram atividades leves para não ampliar o desgaste. Na sexta-feira, o elenco folgou.

A principal dúvida está no gol. Vagner, substituto de Fernando Prass nos últimos três jogos, pode ser sacado após falhar feio na quinta-feira . Cuca disse após a partida em Chapecó que analisaria o estado emocional do atleta para decidir se o mantém ou se escala Jailson em seu lugar hoje à tarde.

É provável que o meio de campo seja modificado, com Cleiton Xavier no lugar de Thiago Santos. Foi com Tchê Tchê, Moisés e CX10 que o setor melhor funcionou nos jogos realizados em casa até agora.

Também é possível que o treinador altere peças no ataque. Dudu, Erik e Leandro Pereira não jogaram bem na última rodada e são ameaçados por Róger Guedes, Allione e Barrios, respectivamente. Por fim, a sequência de jogos pode fazer com que Zé Roberto seja poupado. Egídio, recuperado de infecção no pé, seria o substituto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos