Em Manaus, Colômbia e Japão ficam no empate pelo futebol masculino

Colômbia e Japão entraram em campo, neste domingo, na Arena da Amazônia, às 21h, hora local, para uma partida que definiria a estratégia dos próximos jogos, para os quatro times que vieram a Manaus.

A partida era importantíssima para o Japão. Dos quatro times do grupo B era o único que não havia marcado nenhum ponto por causa da derrota contra a Nigéria, na primeira rodada. E parecia que os japoneses queriam sair de Manaus em situação mais confortável. Aos dez minutos Yajima quase abre o placar. O goleiro Bonilla salvou para Colômbia.

Dispostos a buscar o resultado os 'Samurais Azuis' pressionaram o time colombiano, num jogo de muitas faltas dos dois lados. O juiz Sergei Karasev da Rússia distribuiu seis cartões amarelos.

Aos trinta e três minutos, no cruzamento da esquerda, Fujiharu cabeceou pra fora, frente a frente com o goleiro colombiano. Até então, a Colômbia pouco havia oferecido riscos ao Japão. Com os japoneses todos no campo adversário, aos colombianos só restavam os contra-ataques, pouco ofensivos durante o primeiro tempo. O Japão teve 55% de posse de bola.

No segundo tempo, com a mesma vontade, logo no primeiro minuto, numa falha da zaga colombiana, Asano meteu uma bola na trave. Mas o talento do craque colombiano apareceu e fez a diferença. Téo Gutierrez abriu o placar aos treze minutos de partida. Fujiharu, todo atrapalhado ainda aumentou para a Colômbia, com um gol contra, aos dezenove. "Foi um jogo intenso, principalmente, considerando a parte física dos nossos adversários. Admito a superioridade do time japonês mas algumas mudanças no esquema nos deram a chance de segurar o placar, até o final. É evidente que não estamos satisfeitos com o nosso futebol", afirmou o técnico da Colômbia, Carlos Alberto Restrepo.

Mas o time do Japão não se abateu e continuou a atacar. Numa bela jogada de meio-campo, Asano diminuiu aos vinte e um. Sete minutos depois, de fora da área, Nakajima faz um golaço, e deixa tudo igual, dois a dois. A torcida passou a apoiar o time asiático. "Nós entramos para ganhar o jogo, queríamos muito ganhar. Eu estou satisfeito com a equipe durante o jogo. Eu acho que temos chance de irmos para a próxima fase da competição. Tenho um pensamento positivo. Fiz alterações que acho que foram bastante produtivas. Agora, é analisar ataque e defesa para montar uma estratégia para o próximo jogo", afirma o técnico japonês, Makoto.

Asano, já nos acréscimos teve a última chance de marcar, mas Bonilla novamente salvou o time colombiano. "Eu considero que tivemos um jogo mais fácil apesar de não termos conseguido virar o placar", disse Asano.

Torneio Olímpico de Futebol Feminino

Os próximos jogos em Manaus são na terça-feira, 9, pelo Torneio Olímpico de Futebol Feminino. Abrem a rodada dupla, Estados Unidos e Colômbia, às 18h, e logo depois às 21h, Brasil e África do Sul. A seleção brasileira chegou a Manaus na tarde deste domingo e deve fazer o reconhecimento do campo da Arena da Amazônia, às 15, desta segunda-feira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos