Levir critica supervalorização de medalhões: "Times perdem o conjunto"

  • MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

    Levir firmou que mudanças nos elencos deixam o Campeonato Brasileiro em "nível abaixo" do esperado

    Levir firmou que mudanças nos elencos deixam o Campeonato Brasileiro em "nível abaixo" do esperado

O técnico Levir Culpi, do Fluminense, criticou as constantes mudanças feitas nos times brasileiros durante o Nacional. Após o empate por 2 a 2 contra o Inter, o treinador afirmou que há uma cultura de procurar medalhões e colocá-los para jogar independentemente de qualquer coisa , o que atrapalha o entrosamento do elenco. 

"Mexer na formação é algo que acaba com equilíbrio no futebol. Os craques chegam e têm que estrear e, com os atletas que saem, perde-se o conjunto", disse o treinador.

 O Fluminense terminou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro com 25 pontos, na 10ª posição. No entanto, a equipe carioca tem uma partida a menos, já que o duelo contra o Figueirense foi adiado para o dia 3 de setembro. Fazendo um balanço da primeira parte do campeonato, Levir disse que a competição está equilibrada. 

"Essa cultura nossa faz com que estejamos no final do primeiro turno e você não vê um time melhor que o outro. Todo mundo pode ganhar e perder. Está bem equilibrado, nada para cima ou para baixo. Todos os times jogando em nível abaixo do que se espera. O América ganhou do Santos, por exemplo", finalizou o técnico. 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos