Pugilista da Namíbia é preso no Rio acusado de tentativa de estupro

Porta-bandeira da delegação da Namíbia na Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos, o pugilista Jonas Junias foi preso na manhã desta segunda-feira acusado de tentativa de estupro na Vila Olímpica. O caso é muito semelhante ao do também pugilista Hassan Saada, detido como suspeito no Rio de Janeiro, na semana passada, pelo mesmo crime.

Segundo o comunicado emitido pela Polícia Civil, o africano tentou agarrar uma camareira em seu quarto na Vila dos Atletas. No documento, inclusive, o atleta é acusado de oferecer dinheiro em troca de sexo para a moça. Imediatamente, assim que conseguiu deixar o local, a brasileira acionou a polícia e denunciou por tentativa de estupro.

Procurado, o Comitê Olímpico da Namíbia declarou que não irá se pronunciar sobre o assunto até que as investigações sejam concluídas. Enquanto isto não acontece, o pugilista segue detido no 42° Departamento de Polícia do Rio de Janeiro, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste da cidade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos