Nobre elogia dupla, mas diz: 'Se for necessário, vamos atrás de goleiro'

  • MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    O goleiro Jaílson durante jogo do Palmeiras contra o Vitória

    O goleiro Jaílson durante jogo do Palmeiras contra o Vitória

Paulo Nobre elogiou Jailson e Vagner, as opções para o gol do Palmeiras diante da lesão de Fernando Prass, mas está atento ao mercado. Apesar da confiança na dupla, o presidente do Verdão avisou: se for preciso, irá reforçar a posição. O clube já começou a sondar atletas.

"O Cuca não pediu absolutamente nenhum goleiro. A gente conversou quando o Prass se machucou, ele falou que confiava muito nos dois goleiros do Palmeiras e que iria testá-los em jogo. Uma coisa é treinar bem, e os dois treinam muito bem, o Vagner é muito, muito bom nos treinos, mas sentiu um pouco, talvez. Eu confio muito nele e não podemos tirar uma conclusão precipitada, e o Jailson foi muito bem nesse jogo. Se necessário for, vamos atrás de outro goleiro", afirmou, em entrevista à rádio 89FM.

A busca por mais um goleiro se intensificou após a falha de Vagner contra a Chapecoense. Depois de três jogos como titular, o camisa 25 perdeu a vaga para Jailson, que se destacou contra o Vitória. Durante a troca, o clube sondou Felipe Alves, do Oeste.

O goleiro de 28 anos, conhecido por saber jogar com os pés, não é o único na lista do Palmeiras. Jailson, que chegou em condição parecida em 2014 durante a primeira lesão de Prass no cotovelo, agora tenta provar que o clube não precisa de mais um jogador para a posição. Elogiado pela última rodada, o camisa 49 será o titular também contra o Atlético-PR.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos