Com tempo livre, Jorginho trabalha variação tática e entrosamento no Vasco

O Vasco liderou com folga o primeiro turno da Série B. Com 39 pontos, a equipe de Jorginho está nove pontos acima do quinto lugar. O desempenho, porém, poderia ter sido melhor, com o time muitas vezes contando com a sorte para vencer.

Como o jogo de abertura do segundo turno ocorrerá somente no dia 20, o treinador vascaíno começou na quarta-feira os trabalhos em período integral para corrigir e aprimorar situações no time, para selar o acesso o quanto antes.

Um dos pontos mais abordados por Jorginho no ano foi a falta de tempo para atividades táticas. Com jogos sábados e terças na maioria das vezes, o Vasco usava o intervalo entre uma partida e outra para descansar e recuperar os jogadores. Isso, de certa forma, provocou atuações previsíveis com o passar das rodadas, perdendo o chamado "fator surpresa" diante dos rivais. Agora, com quase duas semanas para treinar, a variação tática será desenvolvida.

Outra questão a ser vista na lista de trabalho de Jorginho para o Vasco no segundo turno é a definição do ataque. Nas últimas rodadas antes da parada da Série B por conta da Rio 2016, Leandrão e Thalles perderam espaço para Éderson, que chegou há menos de um mês e rapidamente virou o xodó da torcida pelo desempenho e gols. Agora, até o retorno das partidas, o entrosamento do novo time titular pode ser alcançado.

"Nosso grupo é muito bom, com jogadores acostumados a grandes desafios. Fui muito bem acolhido desde a minha chegada, todos os atletas estão me ajudando e estamos cada vez mais unidos. Esse entrosamento é importante para que possamos focar na Série B e na Copa do Brasil. Espero melhorar a cada dia para ajudar meus companheiros a atingir os objetivos do Vasco", declarou Éderson ao site oficial do clube.

Até o dia 20, quando enfrenta o Sampaio Corrêa na abertura do segundo turno da Série B, Jorginho fará um intensivo nos treinos, a maior parte em período integral, para deslanchar de vez e não correr riscos de sofrer sustos na busca pela vaga na elite do futebol brasileiro. O quanto antes conseguir, melhor, para o time focar na Copa do Brasil e seguir sonhando com a vaga na Copa Libertadores.

Para aprimorar

Variação tática
No primeiro turno da Série B, o técnico Jorginho citou a necessidade de treinos táticos no Vasco, mas sem tempo para fazê-los devido aos jogos sábado e terça.

Entrosamento
Éderson, novo xodó da torcida, chegou pouco antes da parada da Série B por conta da Rio 2016, e Jorginho usará este tempo para entrosá-lo.

Ritmo
Jorginho não conseguiu, no primeiro turno, dar ritmo a Fellype Gabriel, que chegou ao Vasco em maio e ainda não estreou. É outro ponto visto com atenção pelo treinador.

Concisão
Nas últimas rodadas do primeiro turno da Série B, o Vasco teve problemas na defesa, que atrapalharam o desenvolvimento do jogo no restante da equipe.

Finalização
Os jogadores do Vasco têm como um dos pecados apresentados no primeiro turno da Série B a finalização. A pontaria precisa ser afiada para a reta final da temporada.

Disciplina
No primeiro turno da Série B, os jogadores do Vasco levaram muitos cartões. Foram 56 amarelos e dois vermelhos. Jorginho precisa trabalhar a disciplina do time.

Equilíbrio
Algumas vitórias no primeiro turno ocorreram por sorte do time. Para não depender disso, precisa achar o equilíbrio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos