Seleção feminina encerra preparação com cobranças de pênaltis em BH

A Seleção feminina do Brasil está atenta a todos os detalhes que podem lhe custar a classificação para a semifinal dos Jogos Olímpicos. Até uma eventual disputa de pênaltis contra a Austrália, em caso de empate durante os 90 minutos. Por isso, neste último dia de preparação antes da decisão no Mineirão, o técnico Vadão dedicou atenção especial para as cobranças durante o treinamento realizado nos Sesc Venda Nova, na região metropolitana de BH.

No gol, as goleiras Bárbaras, Aline e Luciana foram as responsáveis por tentar parar as finalizações de Marta, Formiga e companhia. Além da atividade, as jogadoras ainda fizeram leves corridas ao redor do campo e um breve trabalho tático para corrigir posicionamentos em campo.

- Fizemos uma atividade para cada uma bater o pênalti da forma como queria. Espero que isso não aconteça no jogo, mas, se tiver que acontecer espero que a gente esteja preparada. Hoje deu para ter um feedback sobre isso - falou a lateral Tamires, mineira natural de Caeté.

Não é só Tamires que sentirá um gostinho especial de estar jogando em casa nesta sexta. Além de Debinha, que será titular no lugar de Cristiane, as suplentes Poliana, Raquel e Luciana também são mineiras.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos