'Maratonista' Nadal vence Bellucci e continua na briga por duas medalhas

Rafael Nadal é um dos maiores jogadores de tênis de todos os tempos. Ganhou 14 Grand Slams, foi campeão olímpico em Pequim-2008, entre outros tantos títulos importantes. Foi líder do ranking mundial e dominou o circuito por algum tempo. Se recuperando de uma lesão no punho esquerdo, chegou ao Rio de Janeiro dizendo que não sabia se jogaria. Mas não só jogou como está na disputa por mais duas medalhas olímpicas. Já garantido na final das duplas, o espanhol venceu o brasileiro Thomaz Bellucci por 2 a 1 (2-6, 6-4 e ) e está na semifinal do torneio de tênis.

E a maratona de Nadal está realmente grande, tanto que ele desistiu do torneio de duplas mistas. Nesta sexta, jogou por mais 2h01 e chegou a 15h10 em quadra, um recorde nesta edição dos Jogos.

Nadal não tem o mesmo apoio que Novak Djokovic, eliminado das chaves de simples e duplas, teve no Rio de Janeiro, mas foi muito aplaudido pela torcida brasileira quando entrou em quadra. Mesmo que contra um brasileiro.

Bellucci, que desde antes da partida teve seu nome gritado, começou muito bem. Agressivo e paciente quando preciso, Thomaz impôs seu jogo desde o começo do primeiro set. Trocou bolas, atacou... fez Nadal correr e ficar sem respostas para as suas principais jogadas. O brasileiro aproveitou e venceu a parcial por 6-2.

No segundo set, Bellucci continuou em alto nível. Mas Nadal cresceu. Cresceu a ponto de lembrar do velho Nadal que dominou o circuito. Um Nadal um pouco esquecido, já que Djokovic, Roger Federer e até Andy Murray estão em momentos melhores. As seguidas lesões também atrapalham o espanhol, que agora finalmente parece sem dores no pulso.

Com o "velho" tênis de Rafa funcionando, ficou difícil para Bellucci. Que lutou e chegou a ter a chance de passar na frente, mas o espanhol se recuperou, quebrou o saque do brasileiro e fechou o set com 6-4.

Panorama que se manteve no set decisivo. Bellucci não jogou mal, mas Nadal esteve um nível acima. O nível de seus melhores momentos. Conseguiu uma quebra logo no começo da parcial. Chegou a ser minimamente ameaçado em alguns momentos, mas foi forte e consegui vencer por 6-2.

Mesmo eliminado, Thomaz Bellucci recebeu apoio do público, que reconheceu seu bom desempenho. No jogo e no torneio.

Agora, Nadal enfrentará o vencedor de Juan Martín del Potro, da Argentina, e o também espanhol Roberto Bautista Augut, na semifinal do torneio olímpico.

?

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos