Após perder a sapatilha em prova, etíope ganha vaga na final

A tristeza da etíope Etenesh Diro não durou muito neste sábado, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Eliminada dos 3.000m com obstáculos ao terminar a eliminatória na sétima colocação no Engenhão, a competidora ganhou uma vaga na decisão após uma análise da prova feita pela Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF). Vale lembrar que a competidora acabou a disputa com apenas uma sapatilha em seus pés, já que o outro estava descalço.

O júri de apelação da IAAF tomou a decisão depois de um protesto dos etíopes com base em uma análise de vídeo da disputa. Além da atleta da Etiópia, foram beneficiadas a irlandesa Sara Louise Treacy e a jamaicana Aisha Praught. Todas participaram da terceira bateria eliminatória. Assim, a final, marcada para segunda-feira, vai contar com 18 competidoras.

Antes de saber de sua classificação, Diro não tinha conseguido esconder a tristeza por ter sido eliminada. Ela deixou a pista neste sábado chorando por conta do resultado abaixo do esperado e por causa dos empecilhos encontrados durante a disputa.

A etíope machucou o pé durante a competição e parou por um momento no meio da competição para tirar a sapatilha direita. Em seguida, uma nova parada para tirar a meia. Assim, a atleta terminou com um pé descalço.

Depois da prova, Diro foi atendida pelos médicos e não passou na zona mista de entrevistas.

A competidora de Etiópia é uma das favoritas a obter uma medalha da Rio-2016. Quinta colocada nos Jogos de Londres-2012, ela tem um dos melhores tempos da atual temporada.

Vale lembrar que decisões como a tomada neste sábado pela IAAF não são normais, principalmente em provas como os 3.000m com obstáculos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos