Com Mineirão cheio e bom jogo, Honduras vence Coreia e vai à semi

Quem achou que o Mineirão não iria sediar uma boa partida nas quartas de final do futebol masculino se enganou. Nesta noite de sábado, não foi Portugal, Alemanha ou sequer a Argentina que jogou no estádio, como era esperado por parte dos torcedores. Mas Coreia do Sul e Honduras surpreenderam e protagonizaram uma partida contagiante, com ótimos lances que deixaram o torcedor satisfeito no gigante da Pampulha. O duelo foi vencido pela seleção de Honduras, com um único gol marcado por Alberth Elis, já no segundo tempo, e que colocou a equipe no caminho de Brasil ou Colômbia nas semifinais.

Nas arquibancadas, um clima muito legal no Mineirão. Até na torcida foi tudo dividido. Os coreanos marcaram presença em massa no estádio e estavam em maioria, mas dividiram a preferência do público geral com os torcedores de Honduras. Assim como na noite anterior, quando as meninas do Brasil entraram em campo, o estádio voltou a receber um bom número de pessoas.

O jogo

O primeiro tempo de jogo foi marcado por um domínio da Coreia, que teve mais qualidade técnica e capacidade para inventar jogadas e chegar com mais perigo ao gol. Seja nas triangulações ou lançamentos pelo alto, os asiáticos não ficaram tanto com a bola, mas foram mais eficientes quando buscaram o ataque. No final da primeira etapa, surgiram as melhores jogadas, com Son e Ryu, ambas com ótimas intervenções do goleiro Luis Lopez. Apesar da carência nas opções criativas, Honduras não ficou atrás e fez o simples, aproveitando bem os espaços que tinha para descer com velocidade pelas laterais. Sua melhor chance real de gol saiu em uma finalização rasteira de fora da área.

Quando o forte bloqueio de Honduras não funcionava, o goleiro Lopez aparecia novamente com boas defesas. Foi assim no início do segundo tempo, quando a linha defensiva falhou e o camisa 1 tirou o gol de Jin Moon na ponta dos dedos. Mas tanta pressão também deixa espaço em campo. No primeiro contra-ataque hondurenho bem encaixado, Romell Quioto saiu lá de trás em uma arrancada incrível e apenas serviu Alberth Elis para abrir o marcador. 1 a 0.

Depois do gol, a partida ficou mais estudada, mas não por isso menos empolgante. Honduras se animou com a vantagem, explorou bem as jogadas em profundidade e ameaçou principalmente quando a bola caía nos pés do veloz Romell Quioto. Embora mais cautelosa na hora de atacar, a Coreia continuou em cima e buscou a igualdade até os últimos minutos, mas voltou a esbarrar no forte bloqueio adversário, além das novas defesas do goleiro Lopez, maior responsável pela classificação hondurenha. 1 a 0 placar final.

COREIA DO SUL 0x1 HONDURAS

?

Motivo: Quartas de final, futebol masculino

Data/Hora: 13/08/2016, às 19h

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Gehad Zaglol Grisha (EGI)

GOL: Alberth Elis, 14'2ºT (0-1)

Cartões amarelos: Lee Seul-Chan, Yongwoo Park, Sim Sangmin (COR); Johnny Palacios, Kevin Alvarez, Luis López (HON)

Cartão vermelho: Não teve.

Público: -

COREIA DO SUL: Gu Sungyun; Lee Seul-Chan, Jang Hyunsoo, Jeong Seung-Hyeon e Sim Sangmin; Yongwoo Park, Kwon Chang-Hoon; Changjn Moon (Suk Hyun-Jun - 22'2ºT), Son Heungmin, Ryu Seungwoo (Choi Kyu Baek - 41'2ºT) e Hwang Heechan. Técnico: Taeyong Shin.

HONDURAS: Luis López; Luis López, Johnny Palacios, Allans Vargas e Brayan Garcia; Bryan Acosta (Jhonatan Paz - 34'2ºT), Allan Banegas (Marcelo Espinal - 19'2ºT), Kevin Alvarez e Romell Quioto; Alberth Elis (Jhow Benavidez - 46'2ºT) e Anthony Lozano. Técnico: Jorge Luis Pinto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos