Magnano afirma que Brasil brigará até os últimos minutos nos Jogos

O técnico da Seleção masculina de basquete, Rúben Magnano, lamentou bastante a forma como o Brasil foi derrotado pela Argentina, neste sábado, por 111 a 107, em duelo que precisou de duas prorrogações para ser definido. Na visão do comandante, as atuações de Campazzo e Nocioni, que juntos combinaram 70 pontos, foram fundamentais para o revés.

- É muito difícil falar desse jogo. Fizemos um plano tático, onde a nossa estratégia acabou não surtindo efeito, sobretudo na marcação da posição 4 (ala) do Nocioni. É preciso exaltar as atuações do Campazzo e Nocioni. Foi um jogo muito bom para o amante do basquete, mas que para nós e a torcida brasileiro acabou sendo ruim pelo resultado final - declarou.

Na avaliação de Magnano, o fator psicológico não foi determinante para a terceira derrota brasileira no Grupo B. Para o treinador da Seleção, faltou um pouco mais de lucidez nos momentos onde o Brasil esteve com o jogo na mão.

- Vejo que no tempo regulamentar a gente tinha uma boa margem e não tivemos a capacidade de controlar esta margem. E tivemos dificuldades com as bolas de três pontos da Argentina (foram 17 no total). Mas não vou entregar os pontos. Nós vamos estar aqui nos esforçando até o último segundo nosso dentro dos Jogos Olímpicos. Ainda dependemos de outro resultado, mas estamos vivos na competição - afirmou o argentino, que ainda falou sobre a condição de protagonistas dos jogadores na Seleção e em seus clubes, sobretudo sobre aqueles que atuam na NBA:

- Nesse momento você precisa avaliar muitas coisas. A experiência internacional e em jogos de final em torneios internacionais. Quando eles chegam aqui eu mudo o chip da NBA pra Fiba. Lá eles tem um papel de rotação e aqui precisam assumir o protagonismo. Isso não é desculpa. Eles trabalham duro e fazem tudo o que eu peço. A responsabilidade é minha - finalizou.

Com o resultado, o Brasil segue em quarto do Grupo B com uma vitória e três derrotas. Para se classificar, precisa vencer a Nigéria na segunda-feira e torcer para que a Espanha perca para Lituânia (que acontece neste sábado) ou Argentina. De todo modo só avança como quarto e terá pela frente os Estados Unidos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos