Ressaca do mar danifica balsa preparada para a maratona aquática

O clima instável que assola a cidade do Rio de Janeiro causou outro problema para os organizadores dos Jogos Olímpicos. Depois das chuvas ao longo da semana, o mar ficou agitado e uma das placas que formavam a balsa preparada para a largada da maratona aquática cedeu à ressaca do mar. Nesta manhã, uma parte da estrutura pôde ser vista nas areias da Praia de Copacabana.

De acordo com as informações da organização, uma outra parte da balsa também cedeu e está à deriva no oceano. A organização aguarda a baixa da maré para fazer os reparos, ou em caso de maior necessidade, trocar toda a estrutura. As provas da maratona aquática estão agendadas para acontecer nas próximas segunda e terça-feira. Principal nadadora do Brasil nesta modalidade, Ana Marcela Cunha é esperança de medalha.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos