Rosângela Santos fala em se aposentar após decepção nos 100m

A brasileira Rosângela Santos surpreendeu na saída da pista do Engenhão, na noite deste sábado. Eliminada na semifinal dos 100m rasos nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a velocista anunciou que pode deixar o esporte logo após o fim da competição. Aos 25 anos, a atleta se mostrou muito decepcionada com seu desempenho.

- A minha maior adversária sou eu. Boto muita pressão em mim. Tenho de relaxar mais. Não sei se chegou a hora de parar. Vou repensar. Precisa ter uma dedicação grande, abri mão de tudo, fui para os Estados Unidos... Não estando na final, é uma faca no meu peito - afirmou a competidora, que mora atualmente em Washington.

Rosângela não conseguia esconder do desapontamento com seu resultado. As lágrimas enchiam seus olhos a cada resposta. Com o tempo de 11s23, ela terminou a semifinal com a 18ª colocação. Apesar de ter igualado seu melhor tempo na temporada, ela ficou longe de entrar na lista das oito finalistas. Oitava colocada e última classificada, a jamaicana Christania Williams correu para 10s96.

- Venho me dedicando uma vida inteira. A dedicação aumenta a cada ano, as dores aumentam. Minha vida está passando, quero ser mãe. Às vezes, talvez a Olimpíada não seja para mim. Vou pensar e ver o que fazer - declarou a brasileira.

Essa é a terceira participação olímpica da atleta. Em Pequim-2008, ela esteve apenas no revezamento 4x100m. Já em Londres-2012, ela também disputou os 100m, quando caiu na semifinal.

Antes de se despedir dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Rosângela ainda vai disputar o revezamento 4x100m pelo Brasil. As eliminatórias acontecem na quinta-feira, dia 18, com a final, no dia seguinte. A expectativa é brigar por uma medalha, já que na capital inglesa as brasileiras terminaram na quarta colocação.

- Não é impossível. Temos de melhorar a marca sul-americana. A gente vem trabalhando muito, os treinos mudaram Temos feito treinamentos com mais intensidade. Até estranhamos no começo, mas estamos fazendo bem. Estamos trabalhando qualquer possibilidade para ir à final - explicou a atleta.

Agora, antes de pensar no revezamento, a brasileira só tem um desejo após a decepção nos 100m:

- Ainda dói. Tenho só de dormir.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos