Vadão minimiza pênalti perdido por Marta: "Deus estava do nosso lado"

Principal estrela da Seleção feminina de futebol, a atacante Marta não esteve em suas melhores noites. Além de não ter feito um bom primeiro tempo, apagada em alguns momentos, a artilheira ainda perdeu um pênalti que poderia ter eliminado a equipe dos Jogos Olímpicos. Questionado sobre a pressão extra na jogadora, o técnico Vadão não só saiu em defesa de Marta, como minimizou a cobrança desperdiçada.

- Temos uma equipe equilibrada, cada um tem sua função. A Marta faz parte de um contexto, não jogamos a reponsabilidade toda nela. No primeiro tempo, ela jogou de uma forma, no segundo de outra. Ela sempre foi muito disciplinada. Esse peso extra não existe, o fato de ter perdido o pênalti só mostra que Deus estava do nosso lado, porque vencemos do mesmo jeito. O fato de ter desperdiçado a cobrança não incomoda, nós ainda vamos passar o resto de nossas vidas devendo a ela - disse o treinador.

Classificada para as semifinais, o Brasil irá agora reencontrar a Suécia, adversário da fase de grupo e derrotada por 5 a 1. Na busca pelo ouro, ainda estão vivas a Alemanha e Canadá, que fazem o outro duelo da chave.

- Antes de começar a competição, me perguntaram sobre as chaves mais fortes e eu sempre disse que dificilmente teríamos um grupo muito forte ou muito fraco. Temos pouco conhecimento do futebol feminino no Brasil, mas pelo menos umas oito seleções tinham chances de ganhar essa medalha de ouro - acrescentou Vadão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos