Olé! Tite marca presença, e Grêmio goleia o Corinthians em Porto Alegre

O Corinthians teve mais posse de bola, finalizou mais vezes e até dominou a partida em certos momentos... Mas e daí? Eficiente e inspirado, o Grêmio fez bonito nas chances que teve e goleou o rival direto na briga pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro, por 3 a 0. Agora, o time do técnico Roger Machado sobe para o segundo lugar da tabela, enquanto os comandados de Cristóvão Borges descem para a quarta posição, e com o risco de perder mais um lugar e, assim, seu espaço no G4. Pior do que está pode ficar, sim...

E tudo isso sob os olhares de Tite, que fará sua primeira convocação para a Seleção Brasileira nesta segunda-feira e esteve na Arena do Grêmio para ver o duelo entre dois de seus ex-clubes.

Quem acompanhou atentamente o primeiro tempo do confronto na Arena do Grêmio dificilmente apostaria num placar tão dilatado. Ou melhor, dificilmente apostaria em um placar tão dilatado para um dos lados. Foi lá e cá, com Marcelo Grohe e Cássio elevados à condição de protagonistas. O goleiro do Timão salvou uma finalização de Bolaños, e o do Tricolor fez a diferença em chute de Rodriguinho. Isso tudo antes dos dez minutos do primeiro tempo. Era jogão em Porto Alegre!

O primeiro gol saiu aos 16 minutos do primeiro tempo, quando o elemento técnico individual fez a diferença: Pedro Rocha recebeu bola enfiada na ponta direita, cortou Uendel e Balbuena com facilidade e bateu no cantinho de Cássio. O Corinthians cadenciava, buscava espaços e até chegava, mas seu poder de fogo era baixo, ou quase nulo, e só chegou perto de aparecer em finalização de Giovanni Augusto cortada por Geromel. Enquanto isso, o Grêmio chegava. Bolaños, Éverton, Pedro Rocha, Douglas, Maicon...

Satisfeito, o Corinthians voltou igual para o segundo tempo. O Grêmio, não. O Grêmio voltou melhor. Logo aos dois minutos, em jogada espelhada do primeiro gol, Éverton recebeu de Douglas pela esquerda e bateu cruzado para vencer Cássio. Apenas 13 minutos depois, o goleiro do Timão não segurou a finalização de Pedro Rocha e deu espaço para Bolaños concluir e marcar o terceiro. Virou olé na Arena do Grêmio!

O Corinthians tentou buscar, mas a bola de Bruno Henrique parou na trave e a eficiência seguiu distante de seus jogadores. Jejum de vitórias ampliado a três jogos e... chance para o Grêmio abrir vantagem na tabela de classificação. O que será que o Tite achou?

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 3 x 0 CORINTHIANS

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data/Hora: 14 de agosto de 2016, às 11h

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)

Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Alex dos Santos (SC)

Cartões amarelos: Bolaños, Edilson, Jailson e Ramiro (Grêmio) e Rodriguinho (Corinthians)

GOLS: Pedro Rocha, aos 16/1ºT (1-0), Éverton, aos 2/2ºT (2-0) e Bolaños, aos 15/2ºT (3-0).

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Wallace Reis e Marcelo Oliveira; Jaílson (Kaio, aos 37/2ºT), Maicon (Ramiro, aos 25/2ºT) e Douglas; Bolaños, Éverton (Guilherme, aos 26/2ºT) e Pedro Rocha. Técnico: Roger Machado.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Giovanni Augusto (Marlone, aos 7/2ºT) e Marquinhos Gabriel (Guilherme, aos 33/2ºT); Romero e André (Lucca, aos 7/2ºT). Técnico: Cristóvão Borges.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos