'Os brasileiros me fizeram feliz', diz Bolt após o tricampeonato olímpico

O Estádio Olímpico do Engenhão tornou-se ontem um pedaço da Jamaica no Brasil após a incrível vitória de Usain Bolt na final dos 100 m rasos, quando tornou-se pela terceira vez consecutiva campeão olímpico da prova, feito jamais alcançado por qualquer pessoa na história das Olimpíadas. E em meio à festa contagiante que tomou conta das arquibancadas, o homem mais rápido do mundo fez questão de dedicar um agradecimento especial ao torcedor brasileiro.

- Foi brilhante. O apoio da torcida brasileira foi maravilhoso. Eu sabia que seria assim. Eu fiquei arrepiado toda vez que entrei no estádio. Estou feliz por te feito isso e os brasileiros me fizeram feliz, muito obrigado - disse Bolt assim que encerrou sua longa volta olímpica, com direito a abraçar os torcedores, sair desfilando com uma bandeira da Jamaica e até abraçar sua mãe, Jennifer, que vibrava como nunca pelo feito do filho famoso.

E parecia que o próprio Bolt sabia que estava reservado para si uma noite gloriosa, pois já havia vencido a semifinal com muita autoridade e cravando o melhor tempo entre os classificados, 9s86. Poucas horas depois, iria conseguir melhorar a marca em cinco centésimos e ainda por cima alcançar um feito inédito na história olímpica.

- Estou sempre confiante. Sempre foco no que posso fazer, é isso. Estou apenas feliz de que tudo deu certo. Para mim, eu já sou uma lenda - avisou Bolt.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos