Em meio à má fase no Brasileiro, corintianos celebram convocações

  • RODRIGO RODRIGUES/GREMIO FBPA

    Romero reencontrará irmão Oscar na seleção paraguaia

    Romero reencontrará irmão Oscar na seleção paraguaia

Apesar do mau momento do Corinthians, que já não vence há três partidas no Campeonato Brasileiro e deixou o G4 na última rodada, dois jogadores comemoraram boas notícias nesta terça-feira (16).

Guilherme Arana, convocado para amistosos da Seleção Brasileira sub-20, e Ángel Romero, chamado pelo técnico Arce para dois compromissos válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, vibraram com as oportunidades recebidas e revelaram o orgulho em vestir as camisas de suas seleções. A festa era tanta que os dois até concederam entrevista coletiva no CT Joaquim Grava após o treinamento.

Romero, que disputará seus primeiros jogos oficiais pela seleção do Paraguai, será desfalque no mínimo na partida contra o Fluminense, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil, no dia 31. Na seleção, ele terá oportunidade de atuar ao lado de seu irmão gêmeo, Óscar Romero, que defende o Racing (ARG) e também foi chamado para enfrentar o Chile (1/9) e o Uruguai (6/9), pelas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo da Rússia.

" Estou feliz pela convocação, trabalhei para isso, lutei bastante para isso. Estou contente por estar trabalhando bem e vou encontrar de novo com meu irmão jogando na seleção. Espero que a gente possa jogar junto, mas já fiquei contente só por ser convocado. É continuar assim, só que temos que ganhar aqui para ir para a seleção contente. Ganhar esses dois jogos que temos pela frente, continuar trabalhando aqui, me manter focado e só depois pensar na seleção", relatou Romero, que está há dois anos no Corinthians e é o principal artilheiro do clube nesta temporada.

Se Romero já defendeu a seleção do Paraguai na base e no profissional, para o companheiro Guilherme Arana é a primeira vez com a camisa da seleção brasileira. O lateral-esquerdo de 19 anos defenderá a Seleção Brasileira sub-20 em dois amistosos contra a Inglaterra em setembro, sob o comando de Rogério Micale, que atualmente dirige o Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Arana foi lembrado ao lado de outros velhos conhecidos dos tempos de base no Corinthians: Malcom, hoje no Bordeaux (FRA), e Maycon, que está emprestado à Ponte Preta.

"Fiquei muito feliz, porque era um sonho de criança, sempre quis vestir a camisa da Seleção Brasileira e vou ter essa oportunidade, graças a Deus. Aqui no Corinthians venho sempre trabalhando forte e quando entro nos jogos faço o mesmo, porque quando aparecerem as oportunidades vou estar preparado para os desafios. Lembro-me de nós três (ele próprio, Maycon e Malcom) pegando ônibus lotado depois do treino, cansados, dormindo em pé e hoje estamos indo juntos para a Seleção. Esse passado nosso foi muito bom, especialmente porque alcançamos nível de Seleção, é muito gratificante", disse o camisa 13.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos