Cuidados, tática e olho em Neymar: Seleção jogará sob mais de 30ºC

Para um jogo em horário atípico, planejamento especial. A Seleção Brasileira disputará com Honduras uma vaga na final olímpica às 13h desta quarta-feira, fato que gera preocupação e cuidados da comissão técnica. O calor do Rio de Janeiro é o maior temor. Segundo o site Climatempo, a temperatura no momento da partida no Maracanã pode chegar a 36ºC. Já o The Weather Channel prevê máxima de 32ºC.

Acostumados a jogarem à tarde ou à noite, os jogadores foram aconselhados a dormirem cedo. Às 9h30 o grupo tomará café da manhã, que terá um cardápio diferente do habitual, mais rico em carboidratos. A Seleção tem um chef de cozinha que acompanha o grupo nas viagens e segue um cardápio montado por uma nutricionista.

O desgaste provocado calor aliado à maratona de jogos também liga o sinal de alerta na equipe. Os jogadores que atuam na Europa estão em início de temporada e tendem a sentir mais cansaço. É o caso, por exemplo, de Neymar. O camisa 10 é visto como um privilegiado fisicamente, mas desperta cuidados mesmo assim. Ele é o único atleta que não perdeu um minuto sequer nos seis jogos da Seleção Olímpica, contando o amistoso contra o Japão.

É provável também que a Seleção adote tática diferente dos últimos jogos, quando tentou realizar pressão alta em boa parte dos duelos. Com mais de 30ºC, dificilmente o time conseguirá imprimir ritmo intenso durante os 90 minutos. Contudo, o técnico Rogério Micale não quis revelar a sua estratégia para esta decisão:

- Temos acompanhado os jogos de Honduras da primeira fase, sabemos a equipe que vamos enfrentar, rápida, de contra-ataque, forte fisicamente, que trabalha com duas linhas muito juntas, uma primeira linha de 5 e depois uma de quatro, com um homem na frente de referência. É uma boa equipe. Não é à toa que está em uma semifinal de Olimpíada. Temos situações que estamos trabalhando para que possamos achar uma brecha na defesa deles - afirmou o treinador, que prometeu "não mudar muita coisa".

A favor das seleções de Brasil e Honduras está o tempo de descanso para a semifinal. Diferentemente das outras fases em que só houve dois dias entre as partidas, agora os times tiveram três dias para se prepararem. A final, contudo, já é no sábado. Quem passa?

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos