Francês do salto com vara explica choro no pódio: 'Me senti humilhado'

O francês Renaud Lavillenie, do salto com vara, revelou detalhes da polêmica cerimônia de entrega de medalhas na qual chorou recebendo a prata. Em entrevista concedida ao Sportv, o atleta, que já havia reclamado do comportamento da torcida brasileira presente no Engenhão, disse ter se sentido humilhado ao ser vaiado enquanto estava no pódio.

- Estava pronto para subir no pódio, desfrutar e compartilhar as medalhas. Não estava pronto para mais uma vez ser vaiado. O Thiago venceu, eu era o segundo, a competição tinha acabado. Foi difícil para mim receber essa vaia, me senti frustrado, humilhado. As pessoas não estavam me respeitando. Foi muito difícil receber essa vaia (...) No momento do pódio, as vaias foram duras, não consegui me conter e chorei - contou.

Lavillenie ficou atrás apenas do brasileiro Thiago Braz (medalhista de ouro) na final do salto com vara, na noite de segunda-feira. No dia seguinte, ele alegou ter sido atrapalhado pelos cânticos e vaias da torcida durante a prova. Os brasileiros não gostaram das declarações do francês e levaram a rixa para a cerimônia de entrega de medalhas, que aconteceu no dia seguinte.

- Sei que essas vaias não representam o Brasil. Agora, depois de competir, passei pela cidade e tiro fotos com muitas pessoas, dou autógrafos. Tenho recebido muito carinho do povo do Brasil. Sou bem próximo da Fabiana e de muitos brasileiros. Todos eles mandaram mensagens pedindo desculpas pelo o que viram - acrescentou o francês.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos