O Dia Olímpico: 'Seleção, enfim, vive o clima olímpico'

Muito prazer, Seleção Brasileira, eu sou a Olimpíada-2016, no Rio de Janeiro. Te aguardei por tanto tempo, mas a espera foi recompensada.

Sim, eu sei que você já estava disputando os Jogos. O começo foi difícil em Brasília, a torcida lá não estava apoiando muito, não é verdade? O axé de Salvador ajudou, em São Paulo foi na raça... Mas, convenhamos, parecia um campeonato qualquer. Você até usou uniforme diferente, todos falavam em "ouro inédito", porém faltava algo. Talvez a proximidade com outros esportes e atletas, a decoração olímpica por toda cidade, a presença dos gringos em cada esquina... É difícil explicar, mas sei que você sentiu um clima diferente.

Foi bom te reencontrar deste jeito. Vi que você está bem, forte, unida e de um jeito que tem tudo a ver comigo. Olimpíada combina com essa garotada alegre, com futebol ofensivo, jogando de forma coletiva. Prazer em conhecê-lo, Rogério Micale.

As coisas ainda vão continuar um pouco diferentes para o futebol. Seria um privilégio ter Neymar, Gabriel Jesus e tantos outros craques na nossa Vila, mas entendemos que vocês estão acostumados com luxuosos hotéis e têm outro ritmo. Mesmo assim, não tem problema. Só de tê-los por perto as coisas ficam muito melhores. E parece que para vocês também, não é?

Preparamos o melhor palco para este reencontro. Desde 2013 a Seleção Brasileira não vinha ao Maracanã. Se vocês estavam com saudade da energia do Maior do Mundo, imagina a torcida. E que festa maravilhosa para recebê-los! Músicas criativas, ola, aplausos para todos... Já imaginou como será na final, sábado?

E, modéstia à parte, eu sou especial mesmo. Diziam que o futebol não tinha valor na Olimpíada e o que eu fiz? Preparei logo um Brasil x Alemanha, justo na decisão, justo no Maracanã... Não sou vaidosa e até entendo que é difícil me comparar com a minha irmã Copa do Mundo, mas quem não estava esperando esta revanche? Todos nós merecemos.

Por falar em merecer, Seleção, acho que finalmente chegou a hora de ganhar aquela medalha que falta. O espírito olímpico me impede de torcer, mas depois de tantas vezes bater na trave, seria lindo ver a camisa amarela no lugar mais alto do pódio, com o Cristo Redentor ao fundo e Neymar brilhando dois anos após aquela triste lesão. Vocês merecem. Eu, Rio-2016, também.

Saudações, olímpicas!

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos