Ouro em 88, japonês crê que cream cheese tem atrapalhado compatriotas nas Olimpíadas

O ex-nadador japonês Daishi Suzuki, medalhista de ouro nas Olimpíadas de Seul 1988, participou de um evento na tarde desta quarta, Casa do Japão, no Rio e fez uma curiosa análise sobre o desempenho dos japoneses nos Jogos do Rio. Suzuki acredita que a explicação para que os japoneses tenham ganho menos medalhas que o esperado até o momento nas Olimpíadas pode estar na alimentação. Para ele, o modo como os brasileiros preparam a tradicional comida oriental é "estranho".

- É com muito cream cheese. Isso tem calorias suficientes para atrapalhar o rendimento de um atleta de alto nível. Acredito que os atletas japoneses tenham estranhado um pouco - opinou Suzuki.

Ainda assim, o campeão olímpico não crê que o Japão venha a "dar o troco" nos brasileiros daqui a quatro anos, quando a cidade de Tóquio receberá os Jogos Olímpicos. Pelo contrário. Suzuki pensa até que os brazucas podem abandonar um de seus principais hábitos alimentares.

- Os brasileiros serão muito bem recepcionados em Tóquio. E vão virar fãs da autêntica comida japonesa. Acho que vão até esquecer do feijão - declarou o japonês.

Mas Zico, que também estava no evento que objetivava mostrar um pouco mais da cultura da próxima sede olímpica, rebateu. Tendo jogado no futebol japonês e até treinado a seleção do país, ele acredita que não vai ser bem assim:

- Por mais que a comida seja boa, nada como o nosso famoso feijão preto - garantiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos