Volante do Cruzeiro 'divide' faixa de capitão com o resto do time

  • Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro

    Henrique salienta que a reação do Cruzeiro precisa ser imediata

    Henrique salienta que a reação do Cruzeiro precisa ser imediata

Com a lesão do goleiro Fábio, a braçadeira de capitão do Cruzeiro deve cair no colo, ou melhor nos braços, do volante Henrique, segundo jogador mais antigo da equipe. De acordo com o camisa 8, porém, a responsabilidade de ser líder dentro de campo tem que ser compartilhada com os demais jogadores do time.

"A gente está sempre dentro de campo, a gente já tem esse dever de jogar e ser líder. O Fábio tem muito tempo de capitão, nos ajuda, organiza, fala, muitas das vezes toma a frente para falar alguma coisa que a gente pensa. Tem que ter esse dever dentro de campo, a gente caminha junto nesse objetivo. A responsabilidade é para todos, a gente que está há mais tempo sabe como é a responsabilidade aqui no Cruzeiro", destacou.

Ele também comentou sobre o atual momento do Cruzeiro no Brasileiro, onde está em 18°, com 20 pontos em 20 jogos, média de um ponto por rodada. Henrique afirmou que a próxima partida, diante do Figueirense, domingo, às 18h30, no Orlando Scarpelli, tem que ser marcada por uma nova postura do Cruzeiro e pelo início da reação no Nacional

"Tem que começar (a reação agora). É a oportunidade, eu falo que o momento é agora, a oportunidade é agora, o momento é esse, tem que ser agora. É esse jogo, a gente vai com tudo para buscar a vitória. Vamos atrás de fazer algo a mais. A gente vai dar sequência no jogo pensando na Vitória", finalizou. 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos