Derrota da Seleção feminina, jogaços de vôlei e basquete e aposentadoria de Isinbayeva: a tarde olímpica

O Brasil não conseguiu grandes resultados na tarde desta sexta-feira. A principal expectativa estava em cima da Seleção Brasileira feminina da futebol, que acabou derrota para o Canadá na decisão pelo bronze. Assim, coube aos gringos darem show em outras modalidades, como basquete e vôlei.

Uma nota triste ficou por conta do anúncio de aposentadoria da russa saltadora russa Yelena Isinbayeva. Bicampeã olímpica no salto com vara, ela não disputou a prova na Rio-2016 por conta da proibição a qual seu país foi submetido por um escândalo de doping. Ainda assim, a "lenda" do atletismo está na Cidade Maravilhosa acompanhando a delegação russa.

Confira tudo isso e muito mais no resumo abaixo:

Futebol

A Seleção Brasileira feminina de futebol não conseguiu subir ao pódio da Rio-2016. Em duelo disputado no início da tarde desta sexta-feira, em Itaquera, Marta & cia. perderam de 2 a 1 para o Canadá na decisão pelo terceiro lugar.

E não somente a medalha de bronze ficou pelo caminho. O jogo desta sexta foi a última exibição da volante Formiga, de 38 anos, em Jogos Olímpicos. Além da Rio-2016, ela disputou Atlanta-1996, Sidney-2000, Atenas-2004, Pequim-2008 e Londres-2012.

Basquete

Não dá para falar que foi difícil. Mas também não chegou nem perto de um passeio. Os Estados Unidos fizeram o "arroz e feijão" e eliminaram a Espanha na semifinal do torneio masculino de basquete por uma modesta diferença de seis pontos: 82 a 76.

O "Dream Team" agora aguarda para saber quem enfrentará na final. Austrália e Sérvia disputam a vaga em semifinal marcada para a noite desta sexta.

Vôlei

O torneio masculino de vôlei da Rio-2016 já tem um país finalista. Trata-se da Itália. A equipe europeia contou com o apoio da torcida brasileira no Maracanãzinho para bater os Estados Unidos por 3 sets a 2 (30/28, 26/28, 9/25, 25/22 e 15/9).

Tanto Itália quanto Estados Unidos venceram o Brasil na fase de grupos. E agora a seleção comandada por Bernardinho pode reencontrar o algoz italiano na decisão. Para isso, precisa vencer a Rússia na semifinal a ser disputada na noite desta sexta.

Nado sincronizado

A equipe brasileira de nado sincronizado terminou sua participação na Rio-2016 na sexta colocação. A exemplo do que havia acontecido na prova de rotina técnica, na quinta-feira, elas ficaram com a sexta maior pontuação também na prova de rotina livre. No pódio, ficaram as equipes de Rússia (ouro), China (prata) e Japão (bronze).

Hipismo

As finais dos saltos do hipismo não renderam grandes resultados para os brasileiros. Doda Miranda, que conseguiu a melhor posição, foi nono colocado. O ouro ficou com o britânico Nick Skelton, de 58 anos. O sueco Peder Fredricson e o canadense Eric Lamaze completaram o pódio.

Pentatlo moderno

Passada a prova de hipismo, Yane Marques assumiu a 17ª colocação geral. Apesar de pequena, ainda há chance de pódio para a brasileira. O pentatlo moderno será finalizado ainda na noite desta sexta. As atletas disputarão provas de corrida e tiro, onde correrão 3.200m e, a cada 800m, irão parar para atirar com pistolas a laser.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos