Atletas militares conquistam 75% das medalhas do Brasil nos Jogos do Rio

O Ministério de Estado da Defesa divulgou, na tarde deste sábado, um balanço da participação dos atletas militares da delegação brasileira nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. E o resultado mostra que o melhor desempenho olímpico do Brasil na história tem forte participação de esportistas do Exército, Marinha e Aeronáutica. Os competidores filiados às Forças Armadas representam 30% de toda a delegação nacional e conquistaram, até este sábado, 12 medalhas, sendo três de ouro.

Os números superam, em muito, a meta estabelecida antes dos Jogos. A ideia era classificar 100 atletas e ganhar 10 pódios. Nos Jogos do Rio, os militares são 145 dos atletas da missão brasileira e, até este sábado, já colocaram no peito o dobro de medalhas conquistadas em Londres 2012 por atletas das Forças Armadas.

A boa participação dos competidores militares é reflexo da ampliação do investimento governamental no esporte no último ciclo olímpico. Em coletiva também neste sábado, o ginasta Diego Hypólito elogiou o apoio recebido pelos atletas brasileiros em geral durante a preparação para os Jogos do Rio. Colegas de Diego, como Arthur Zanetti e Arhtur Nory Mariano, ambos medalhistas no Rio, recebem além de bolsa do governo federal através do Ministério do Esporte, o apoio do PAAR - Programa de Atletas de Alto Rendimento do Ministério da Defesa. Através deste projeto, Zanetti e Nory recebem educação militar básica e soldo de sargento, além de poderem contar com toda a estrutura das Forças Armadas Brasileiras.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos