Escadinha baterá recorde brasileiro de medalhas neste domingo

Ao término da final olímpica de vôlei neste domingo, às 13h, contra a Itália, no Maracanãzinho, o líbero Serginho Escadinha vai se transformar no atleta brasileiro com mais medalhas olímpicas em esportes coletivos.

Ouro em Atenas-2004 e prata em Pequim-2008 e Londres-2012, ele vai deixar para trás três ex-companheiros de Seleção (Giba, Dante e Rodrigão), além da ex-levantadora Fofão (dois bronzes e um ouro) e dos jogadores de vôlei de praia Ricardo e Emanuel (ouro, prata e bronze).

O sabe como ele trata da situação?

- Na segunda-feira eu só quero poder buscar meu filho na escola. Aquilo é que é vida. Faz tempo que meu maior sonho é acabar com essa vida de treinar e jogar, ir para minha casa, curtir meus filhos e meus cavalos - diz Escadinha, com seu jeito peculiar de lidar com o fim de uma trajetória de 15 anos com a Seleção.

Aos 40 anos, ele é o último representante em quadra da geração mais vencedora do vôlei brasileiro. E pode encerrar a carreira com a Amarelinha com um recorde histórico.

- Cara, eu não gosto de ficar pensando nessas coisas. Tem muita gente aqui que merece mais essa medalha do que eu. Vou jogar por eles.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos