'Espero que o taekwondo ganhe mais visibilidade', diz medalhista Maicon Siqueira

Após protagonizar uma das maiores surpresas do time brasileiro nos Jogos Olímpicos Rio-2016 e conquistar a medalha de bronze no taekwondo, o mineiro Maicon Siqueira espera agora que seu resultado traga mais visibilidade para a modalidade daqui em diante.

O próprio lutador chegou à Olimpíada brasileira como desconhecido. No taekwondo, o nome mais famoso do time brasileiro era Iris Tang Sing, da categoria até 49kg, que acabou eliminada nas quartas de final.

- Espero agora que o taekwondo tenha mais visibilidade no Brasil. Há muitos talentos neste esporte. Outros países que ganham medalhas possuem diversos campeões em casa - falou Maicon.

Assim como a maioria dos atletas olímpicos, o mineiro de 23 anos disse ter realizado um sonho com a conquista da terceira colocação nos Jogos Olímpicos Rio-2016.

- Estou sem palavras. Estou honrado em trazer esta medalha para o meu país. Sempre foi um sonho ganhar uma medalha para a minha família e para o Brasil. Eu nunca imaginava que eu competiria em uma Olimpíada, ainda mais no meu país - falou o medalhista olímpico.

Assim como todos os brasileiros que estão competindo na Rio-2016, Maicon recebeu bastante apoio durante as lutas, e carinho após faturar um lugar no pódio. Boa parte da torcida não deixou a Arena Carioca 3 até que ele recebesse seu bronze.

- Isto (apoio da torcida) é a coisa mais linda do mundo. Não sei de nada que seja melhor do que isto - celebrou Maicon.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos