Técnico da Alemanha mostra orgulho pela conquista da prata

Sem lamentações. Esse era o clima do técnico da seleção olímpica de futebol da Alemanha, Horst Hrubesch, durante a coletiva de imprensa no Maracanã neste sábado, após a perda da medalha de ouro para o Brasil na disputa de pênaltis (5 a 4 - 1 a 1 no tempo normal).

Com o semblante de dever cumprido, o treinador, que já deixaria o cargo após a disputa dos Jogos Olímpicos, revelou que ficou muito feliz com a atuação de sua equipe na final e que a medalha de prata é motivo de orgulho.

- Sinto orgulho do que conquistamos hoje e de toda a jornada que tivemos nas últimas semanas. Vivi um tempo maravilhoso e nosso objetivo era chegar até a decisão, viver o clima da Vila Olímpica. Não tenho do que reclamar dos jogadores, eles foram fantásticos. Decisão nos pênaltis você tem 50% de chances de vencer. É assim mesmo, faz parte do jogo - analisou o treinador, que revelou um papo especial com Petersen, que perdeu a quinta cobrança:

- Falei para ele não ficar abalado. É algo perfeitamente normal e para ele não ter lamentos sobre o fato - disse.

Horst fez questão de parabenizar o Brasil pela conquista do ouro e acredita que o grupo e o próprio futebol alemão terão maior planejamento para a conquista do título, que ainda é inédito para o país.

- O Brasil está de parabéns, claro, mas acho que o futebol ganhou com a partida. Foram 120 minutos muito intensos. Espero que os jogadores levem essa experiência para seus clubes e tenham o reconhecimento do que promoveram aqui. E que sirva também de lição para olharmos com um pouco mais de carinho na busca desse ouro - finalizou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos