Cruzeiro bate o Figueirense fora de casa e deixa a zona de rebaixamento

O Cruzeiro, enfim, está fora da zona de rebaixamento. Mesmo que momentaneamente, a equipe comandada por Mano Menezes deixa o grupo dos quatro últimos com o triunfo diante do Figueirese, por 2 a 0, neste domingo (21), pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo foi disputado no estádio Orlando Scarpelli.

Com o resultado, os mineiros chegam à 16ª colocação, com 23 pontos, e aguardam a partida entre Corinthians e Vitória, nesta segunda-feira (22), para terem a certeza de que não permanecerão pela 13ª rodada do torneio na degola. Já os catarinenses seguem na zona de rebaixamento, com 21 pontos.

O gramado do Orlando Scarpelli é bom e beneficia equipes que troquem passes rápidos e rasteiros. Contudo, as duas equipes insistiram muito em bolas aéreas. O Cruzeiro arriscou por meio de cobranças de falta. O gol, inclusive, saiu em um lance deste tipo, logo aos três minutos. Robinho se encarregou do cruzamento e Henrique aproveitou corte equivocado de Marquinhos para marcar.

O Figueirense insistiu em cruzamentos da intermediária. Mesmo que a maioria dos lances fosse ineficiente, esta foi a forma que o visitante encontrou de chegar ao campo adversário. Ferrugem foi o atleta que mais tentou lances deste tipo. O volante tentou três vezes, mas em nenhuma deixou os homens de frente em condição de marcar. A melhor chance foi após uma cobrança de falta de Dodô. O meia colocou na área e Rafael Moura acertou o travessão de cabeça.

A Raposa seguiu a sua linha de jogo e também mandou uma bola na trave. Em novo lance de bola parada, Robinho fez o cruzamento e Arrascaeta acertou uma finalização de primeira no poste esquerdo de Thiago Rodrigues.

Na volta do intervalo, o ataque do Cruzeiro mudou a forma de atacar. Os atletas de Mano Menezes se aproveitaram de um contragolpe para marcar o segundo. Robinho chegou pelo lado esquerdo e acertou a trave. No rebote, ele passou para Ramón Ábila estufar a rede de Thiago Rodrigues.

Em vantagem no marcador, a Raposa diminuiu a intensidade e passou a sair somente em contra-ataques, mas não foi o suficiente para marcar novamente. Carlos Alberto foi expulso e o visitante cedeu a posse de bola ao rival. Não é à toa que Ferrugem deixou a sua marca nos minutos finais do confronto.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE X CRUZEIRO

Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)

Data-hora: 21/8/2016 (domingo) - às 18h30 (de Brasília)

Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)

Assistentes: Michael Correia (RJ) e João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ)

Público (presente)/ Renda: 2578 (2900 presente) / R$ 29.655,00

Cartão amarelo: Carlos Alberto, Ferrugem, Marquinhos (Figueirense); Edimar, Henrique, Arrascaeta, Robinho, Lucas (Cruzeiro)

Cartão vermelho: Carlos Alberto (Figueirense)

Gols: Henrique - 3'/1ºT (0-1); Ramón Ábila - 3'/2ºT (0-2); Ferrugem - 43'/2ºT (1-2)

FIGUEIRENSE: Thiago Rodrigues; Ayrton (Lins - 42'/1ºT), Marquinhos, Bruno Alves e Pará; Ferrugem, Jackson Caucaia e Carlos Alberto; Dodô (Elvis - 14'/2ºT), Yago (Jefferson - 23'/2ºT) e Rafael Moura. Técnico: Argel Fucks.

CRUZEIRO: Lucas França; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero, Robinho (Marcos Vinícius - 35'/2ºT) e De Arrascaeta (Rafinha - 26'/2ºT); Rafael Sobis e Ramón Ábila (Willian - 40'/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos