Valdivia perde pênalti, Tricolor salva ponto sofrido e Inter se desespera

A primeira passagem de Ricardo Gomes pelo São Paulo ficou marcada pelo "quase". Por pouco não foi campeão brasileiro em 2009, em linda arrancada. Ficou perto de ir à final da Libertadores de 2010 e se tornar ídolo no Tricolor. E, neste domingo, ao recomeçar sua história no clube, quase venceu o Internacional. Saiu do Beira-rio, porém, com empate em 1 a 1 na 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Há seis anos, o técnico precisou se despedir do Tricolor justamente após cair para os colorados. Era uma semifinal de Libertadores, em que o vitorioso já estaria garantido no Mundial de Clubes graças à presença dos mexicanos do Chivas na final. O jogo deste domingo, obviamente, valia muito menos, mas era a chance de saborear uma daquelas pequenas vitórias do futebol.

E aos 36 minutos do primeiro tempo, quando uma confusão na área do Inter rendeu pênalti de Paulão em Hudson, Cueva deu o gosto da vingança a Ricardo. Foi o quarto gol do peruano pelo Tricolor, o oitavo seguido de um estrangeiro pelo clube. A péssima qualidade do jogo persistiu no segundo tempo. O que mudou foi que o Inter deu a vida para ter cada bola.

Primeiro, parou em três defesas incríveis de Denis, cada vez mais seguro, e em carrinho miraculoso de Mena. Mas o chileno foi castigado aos 39 minutos ao ver a bola bater em seu pé direito e matar Denis. E o prejuízo são-paulino só não foi pior porque Valdivia, cheio de pressão aos 45 da etapa final, mandou para fora pênalti cometido por Buffarini.

Ricardo Gomes não pôde saborear a pequena vitória e vingar a eliminação de 2010. Com 27 pontos, a zona de rebaixamento segue próxima de forma perigosa. Do lado gaúcho, Celso Roth pode até levar para o lado pessoal, afinal, era o comandante colorado naquela Libertadores e agora terá muito trabalho graças aos pontos perdidos. São 13 jogos seguidos sem vencer, 22 pontos e um temor gigante de ficar entre os quatro últimos do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1X1 SÃO PAULO

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data/Hora: 21 de agosto de 2016, às 16h

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior-PE

Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite (Ambos de PE)

Público: 23.079 pagantes

Cartões amarelos: Paulão (Internacional); Cueva (São Paulo)

Gols: Cueva, aos 36'/1ºT (0-1) e Mena (contra), aos 39'/2ºT (1-1)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Ceará (Andrigo, 31'/2ºT), Paulão, Ernando e Artur; Fabinho, Eduardo, Seijas e Valdívia; Eduardo Sasha (William, 17'/2ºT) e Nico López (Ariel, intervalo). Técnico: Celso Roth.

SÃO PAULO: Denis, Buffarini, Maicon, Lyanco e Mena; João Schmidt, Hudson (Gilberto, 45'/2ºT), Kelvin (Wesley, 12'/2ºT), Cueva e Michel Bastos (Carlinhos, 46'/2ºT); Chavez. Técnico: Ricardo Gomes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos