Lutando contra o rebaixamento, Avaí demite Silas

Silas não resistiu aos maus resultados no comando do Avaí e foi demitido logo após a derrota por 3 a 0 para o Bahia, na Ressacada, no último sábado. A informação foi confirmada pelo diretor de esportes do clube, Joceli dos Santos.

-Conversamos com o Silas. Eu e o presidente. Eu vim agradecer o trabalho do Silas, ele conhece demais o trabalho do Avaí. Quero agradecer muito a ele, e vida que segue. O Silas é um profissional que tem mercado e o futebol é desse jeito. O resultado não vindo, estoura no treinador. Não podemos tirar 36 aletas, o Silas está à disposição - afirmou Joceli.

Logo após Joceli anunciar a demissão, foi a vez do próprio Silas se pronunicar. Ele agradeceu a oportunidade dada pelo Avaí.

- O Avaí segue no meu coração, espero que se reestruture de verdade, que suba no ano que vem, se não for esse ano. Eu espero que suba esse ano, mas o torcedor é o que mais sofre, mais que todos nós. Fica aqui minhas desculpas ao torcedor que poderia ter dado mais, e aos que entendem eu só tenho a agradecer - finalizou.

Silas chegou ao Avaí em 30 de março. Ao todo, foram 28 jogos comandando o Leão. Ele obteve um aproveitamento de 35,71%, sendo apenas oito vitórias e 14 derrotas.

Péricles Chamusca

O Avaí é o 15° na Série B, com 23 pontos. O próximo compromisso já é nesta terça-feira, diante do Sampaio Corrêa, no Castelão(MA). A expectativa é que o time entre em campo já com o técnico novo. O mais cotado para assumir o cargo é Péricles Chamusca, que já teve uma passagem pelo Avaí em 2010. A proposta já foi feita ao treinador. Resta ele aceitar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos