Torcida joga cabeça de touro em campo em protesto contra rival

Os torcedores do Dínamo Dresden, da Alemanha, passaram dos limites em jogo da Copa da Alemanha, no último sábado. Na primeira eliminatória, diante do RB Leipzig, os fãs atiraram uma cabeça de touro cortada, em protesto à Red Bull, empresa que controla o time visitante.

A empresa assumiu o clube em 2009. No entanto, foi proibida de colocar seu nome no time, como faz com o Red Bull Salzburb, da Áustria, Red Bull Brasil, de Campinas (SP) e New York Red Bulls, dos Estados Unidos. Neste período, passou a se chamar RB Leipzig e, com dinheiro da fabricante de energéticos, a equipe galgou da Quinta Divisão até a elite em apenas sete anos.

Para muitos, o RB Leipzig poderia chegar à Bundesliga e, quem sabe um dia, quebrar a hegemonia do Bayern de Munique. Apesar disso, ele é o mais odiado do país, sendo classificado por muitos como a traição de tudo o que o futebol germânico tem de mais importante: tradição, identidade e, acima de tudo, que os torcedores tenham capacidade de ter voz de como o clube é administrado.

A Federação Alemã iniciou uma investigação para investigar a atitude dos torcedores do Dínamo Dresden, que acabou avançando na Copa da Alemanha após vencer nos pênaltis após empate em 2 a 2 no tempo normal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos