Jesus volta, não fala do City e avisa: 'Comigo não tem essa de tirar o pé'

Em sua primeira entrevista na Academia de Futebol após a negociação com o Manchester City e a conquista do ouro olímpico, Gabriel Jesus não quis falar sobre o futuro na Inglaterra, onde vai se apresentar em janeiro de 2017. O atacante de 19 anos avisou mais de uma vez que está pensando somente no Palmeiras, na busca pelo título brasileiro e na artilharia do campeonato.

- Não quero falar e nem pensar sobre meu futuro. Quero focar só no meu presente. E meu presente hoje é o Palmeiras - respondeu o camisa 33, ao ser questionado sobre as recentes declarações de Pep Guardiola, seu próximo técnico, de que o Manchester City está "comprando gols" ao investir nele.

- Não sei (risos) - desconversou Gabriel, quando o repórter insistiu no tema e perguntou se ele concordava com a afirmação.

O treino desta terça-feira foi o primeiro do jogador com os companheiros de clube após a conquista do ouro olímpico. Ele participou de toda a atividade, que contou com trabalhos técnicos em espaço reduzido e teve apenas os reservas no gramado, já que os titulares do empate contra a Ponte Preta fizeram exercícios regenerativos. Segundo Jesus, este treino já é uma prova de que ele não vai "tirar o pé" por já ter sido vendido.

- Eu diria para tirarem isso da cabeça. Independentemente de qualquer situação sempre vou me doar ao máximo, no treino eu já estava dividindo forte. Comigo não tem essa de tirar o pé, se tiver que dar carrinho eu vou dar. Amo esse clube, foi o clube que me abriu as portas, sou jogador do Palmeiras. Podem ficar tranquilos, meu comprometimento sempre será o mesmo. Sempre vou me doar ao máximo e jogar com amor ao clube - declarou.

No domingo, contra o Fluminense, Gabriel vai retomar sua vaga na equipe titular e consequentemente a busca pela artilharia do Brasileirão. Mesmo ficando fora da últimas seis rodadas, ele continua no topo da lista, com dez gols. Robinho (Atlético-MG), Sassá (Botafogo) e Diego Souza (Sport) encostaram e estão com nove. Grafite (Santa Cruz), Bruno Rangel (Chapecoense) e Vitor Bueno (Santos) estão com oito.

- Eu não vou mentir para vocês, saí pensando nisso, acompanhei, via quem tinha feito gols, pensei até que o Robinho tinha me alcançado. Fico muito feliz de voltar ainda artilheiro, mas mais do que isso que quero continuar líder.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos