Ponte sai na frente, mas Atlético-MG busca o empate no Mineirão

Em bom momento na temporada - são dez vitórias nas 13 últimas rodadas do Campeonato Brasileiro -, o Atlético-MG não teve a atuação que a sua torcida esperava na noite desta quarta-feira, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O Galo sofreu diante de uma bem armada Ponte Preta, saiu atrás, mas buscou o 1 a 1 no Mineirão. Clique aqui e confira como foi o lance a lance da partida no Gigante da Pampulha.

Com a igualdade em Belo Horizonte, o Galo precisará vencer a equipe de Campinas no jogo da volta, no dia 21 de setembro, no Moisés Lucarelli. Empate a partir de 2 a 2 também garante o Galo. Já a Ponte tem a vantagem de nova igualdade, mas desta vez com gols, para avançar. Novo 1 a 1 garante disputa da vaga nos pênaltis.

PRÓXIMOS JOGOS

O Atlético voltará a atuar no próximo domingo, quando visitará o Grêmio, postulante ao G4, na Arena, a partir das 16h. Já a Ponte Preta, um dia antes, receberá o Corinthians. O duelo será no Moisés Lucarelli, às 16h.

EFICAZ, PONTE SAI NA FRENTE

Marcelo Oliveira armou o Atlético com Otero de novidade no meio e o retorno de Rafael Carioca. E logo aos cinco minutos, o Galo quase marcou. Erro de Nino Paraíba passe de Robinho e finalização de Carlos. Já Eduardo Baptista promoveu a entrada de Thiago Galhardo como titular na Ponte, tornando, como ele disse antes de a bola rolar no Mineirão, o meio "mais leve", para ganhar na saída de bola com a presença de Galhardo.

O Galo continuou com mais volume de jogo, tentando transpor a marcação rival. Otero, com certa dificuldade para ser o articulador do time - mas tentando fazer a diferença na bola parada -, viu Robinho atuar em tal função muitas vezes. O Atlético mostrava disposição e tinha volume de jogo, mas pecava no momento de concluir. Não tinha a precisão esperada.

Já a Ponte transbordou eficiência. Após Clayson errar finalização, a defesa atleticana, mal posicionada, deixou Roger livre na área e ele fez Ponte 1 a 0, aos 37 minutos. Ponte que ainda teve ótima chance com Maycon, aos 41.

GALO BUSCA O EMPATE COM ROBINHO

O Atlético voltou com Maicosuel na vaga de Otero, que tentou, mas não teve êxito em campo. O Galo, como era esperado, tratou de pressionar a Ponte, acumulando chances de gol e, com isso, deixando seu torcedor cada vez mais paciente. Impaciência que diminuiu aos 19. Após erro de Clayson no meio, Maicosuel, na sua característica, se livrou de dois e serviu Robinho. O camisa 7 foi eficaz e marcou pela 20ª vez na temporada. Tudo igual.

O Atlético manteve seu ímpeto na busca pela virada, mas não teve sorte. Robinho teve ótima chance, mas a finalização não foi certeira como ele esperava. Atlético que ficou com um a menos em campo após Rafael Carioca, convocado para a Seleção Brasileira, deixar o jogo com dores no tornozelo esquerdo. Em vantagem numérica, a Ponte se animou, tentou ser agredir o Galo, mas não mostrou a objetividade vista no primeiro tempo.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 1 X 1 PONTE PRETA

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Data-hora: 24/8/2016 - 21h30

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Auxiliares: Alessandro Rocha Matos (Fifa-BA) e Dibert Pedrosa (RJ)

Público/Renda: Não divulgados.

Cartões amarelos: Clayton e Lucas Pratto (CAM); Maycon, Thiago Galhardo, João Vitor, Reinaldo e Douglas Grolli (PON)

Cartões vermelhos: Douglas Grolli, 50'/2ºT (PON)

Gols: Roger, 37'/1ºT(0-1) e Robinho, 19'/2ºT(1-1).

ATLÉTICO-MG: Uilson, Marcos Rocha (Carlos César, 41'/1ºT), Ronaldo, Leonardo Silva e Fábio Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca e Otero (Maicosuel, Intervalo); Robinho, Lucas Pratto e Carlos (Clayton, 26'/2ºT) - Técnico: Marcelo Oliveira.

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Maycon e Thiago Galhardo (Matheus Jesus, 38'/2ºT); Clayson (Wellington Paulista, 31'/2ºT), Roger e Rhayner - Técnico: Eduardo Baptista.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos