Diante de protestos, Corinthians vota mudanças do Estatuto neste sábado

O Conselho Deliberativo do Corinthians terá uma reunião importante neste sábado, às 10h, na Arena de Itaquera. Quatro assuntos estarão em pauta, sendo o fim do chamado "Chapão" o principal tema em discussão. O modelo atual prevê o preenchimento de 250 vagas no Conselho por meio da eleição de uma única chapa, mas a visão geral é de que a medida exclui do quadro pessoas da oposição, e uniformiza a visão de um importante órgão de cobrança e acompanhamento. Assim, o Conselho discutirá o fim do Chapão na assembléia deste sábado.

As principais torcidas organizadas do Corinthians são favoráveis ao fim do Chapão e prometem marcar presença para protestar por sua ideia. A torcida Gaviões da Fiel, aliás, está organizando um protesto às 9h para deixar seu posicionamento claro. Pela internet, a Gaviões "convoca todos os seus associados, quebradas, pontos de encontros e subsedes para o protesto". Será cobrado o fim do Chapão e a instituição da candidatura individual. Além desta solução, o Conselho também terá a opção de "mini-chapas", com 25 ou 50 nomes à votação, o que aumenta a participação de visões diferentes de comando.

Roberto de Andrade, presidente do Corinthians eleito em fevereiro de 2015, é favorável ao fim do Chapão. Em entrevista recente ao L!, o mandatário disse que "faz questão" do encerramento deste modelo de gestão.

Além da questão do Chapão, o Conselho Deliberativo do Corinthians discutirá mais três assuntos: criação de uma espécie de Lei da Ficha-Limpa para as diretorias do clube, término da inelegibilidade de um presidente por dois mandatos e antecipação da próxima eleição de fevereiro de 2018 para novembro de 2017. Todas a medidas são sugestões de alteração no Estatuto Social do Corinthians.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos