Fogo paralímpico é aceso em Brasília

A chama dos Jogos Paralímpicos Rio-2016 já está no Brasil. Em cerimônia realizada nesta quinta-feira, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), a tocha foi acesa pelo presidente em exercício, Michel Temer, que passou a chama para o campeão de atletismo Yohansson Nascimento, representante dos atletas no evento.

A cerimônia contou também com as presenças do presidente do Comitê Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman, do Ministro do Esporte, Leonardo Picciani, e do presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Andrew Parsons.

- Os Jogos Paralímpicos vão engrandecer o Brasil. O país volta a ser o centro do mundo. A experiência de termos realizado os Jogos Olímpicos, classificados por muitos como os melhores da história, nos garantem que os Jogos Paralímpicos seguem na mesma direção. Vamos receber o mundo Paralímpico em uma cidade transformada - afirmou Nuzman.

O revezamento da tocha Paralímpica começará na próxima quinta (1º de setembro) e passará por cinco cidades, uma em cada região do país - Brasília, Belém, Joinville, Natal e São Paulo. Nos dias 6 e 7 de setembro, data da cerimônia de abertura dos Jogos, o revezamento acontecerá no Rio.

Primeiro atleta a ter contato com a tocha paralímpica, Yohansson prevê dias de sucesso para o esporte brasileiro durante os Jogos. Otimista, o alagoano garante que a meta estabelecida pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, de terminar entre os cinco primeiros colocados do quadro de medalhas, será atingida.

- Não tenho dúvida que os Jogos Paralímpicos serão um sucesso também. Os brasileiros estão treinando muito. Nossa meta de ficar entre os cinco primeiros é muito ambiciosa, mas tivemos todo apoio que precisamos para chegar lá. Estamos preparados e vamos conseguir. Não tenho dúvidas de que vamos ouvir o Hino Nacional todo dia conosco no alto do pódio - disse o atleta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos