Leco admite problemas no futebol, mas condena críticas à gestão do SP

Menos de 24 horas após conceder entrevista coletiva no CT da Barra Funda para comentar a invasão de torcedores em treino do São Paulo, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva voltou a falar com os jornalistas. Neste domingo, antes da partida contra o Coritiba, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, o mandatário abriu espaço para questionamentos sobre sua gestão.

- Pegamos uma terra arrasada há menos de um ano e temos uma gestão responsável, séria, não há como discutir isso. No futebol sim, reconheço que não estamos colhendo os resultados como deveríamos. Mas cuidado para não mexer com a honra. Somos sérios e quem falar em administração corrupta vai ter de pagar judicialmente - bradou Leco.

Voltando à invasão ao CT, com agressão a jogadores do elenco, o presidente explicou que as expressões "tapinhas e chutinhos" foram usadas apenas como forma de alívio por nenhuma tragédia maior ter acontecido. O esclarecimento foi dado porque, nas redes sociais, parte da torcida entendeu que o cartola estava minimizando a violência contra Carlinhos, Wesley e Michel Bastos.

No sábado, Leco havia apontado que o ato no CT era fruto de "orquestração política". Perguntado sobre quem seriam os articuladores do processo, não quis falar em nomes e ainda se desculpou por ter se referido genericamente à oposição. Por outro lado, apresentou posicionamento duro contra o ator Henri Castelli, filiado à Torcida Tricolor Independente e que gravou vídeo durante a semana para incitar a invasão do CT e falando em corrupção no clube.

- Oposição respeitosa e decente a gente respeita, o São Paulo respeita e precisa. Reações agressivas é que não toleramos. Essas coisas, que são verdadeiramente absurdas, não esperávamos. Tem de ter alguma inspiração maior e estranha para ter uma ofensiva tão absurda como a incitação à violência feita por esse moço (Castelli). Ele provavelmente vai ter de responder a isso na Justiça, como algumas outras manifestações que também não são possíveis de serem admitidas - avisou o presidente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos