Botafogo pressiona, mas não resiste ao Atlético-PR na Arena da Baixada

O Botafogo treinou bolas paradas por 40 minutos, no domingo, antes de encarar o Atlético-PR, nesta segunda-feira. Mas foi justamente de um escanteio no início do jogo que nasceu o gol decisivo. Com a derrota por 1 a 0, o time de Jair Ventura continua perto do Z4, com 26 pontos. O Furacão volta a saber o que é vencer após quatro partidas.

Aos seis minutos, o time mandante pressionava a saída de bola do Glorioso quando Diogo Barbosa errou passe. Daí originou-se o escanteio em que Rodrigo Lindoso deixou Hernani sozinho para abrir o placar. O gol ajudou a manter a anestesia alvinegra em Curitiba.

O Botafogo só acordou para o jogo por volta dos 15 minutos. Aos 20, foi o Atlético-PR quem errou saída de bola e Sassá chutou rasteiro, à direita do goleiro Santos. No minuto seguinte, Bruno Silva (certamente) tentou chutar e a bola surpreendeu ao acertar o travessão.

O Rubro-Negro já não ameaçava mais até que Sidão precisou intervir no chute de Otávio, aos 38 minutos. No último lance da primeira etapa, Sassá levou os botafoguenses à loucura quando perdeu chance dentro da pequena área.

O segundo tempo começou equilibrado, mas o cenário do jogo se manteve. O Atlético-PR se defendendo mais, apesar do cabeceio de Luan, aos cinco minutos, para fora. Aos seis, Neilton chutou para fora. Aos 24, o mesmo Neilton tentou completar após cruzamento de Luis Ricardo, mas o goleiro defendeu.

As investidas do Furacão eram cada vez mais raras. Quem gerava cada vez mais perigo era o Botafogo. Camilo, aos 36 minutos, cobrou falta frontal no ângulo, mas Santos foi buscar. No minuto seguinte, após escanteio, Luis Ricardo testou da primeira trave. A bola insistiu em não entrar: passou raspando à trave oposta, em lance similar ao do gol.

O Glorioso pressionou, pressionou, Paulo Autori tirou um centroavante e colocou um zagueiro, mas o gol de empate, que parecia maduro, caiu do pé sem acontecer. Até Sidão foi ao ataque. Em vão.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 1 X 0 BOTAFOGO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data/Hora: 29/8/2016 - 20h

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS-Fifa)

Auxiliares: Jorge Bernardi (RS) e Lúcio Flor (RS)

Público/Renda: 11.453 pessoas/ R$ 177.945

Cartões amarelos: Thiago Heleno, Hernani e Lucas Fernandes (CAP); Diogo Barbosa e Leandrinho (BOT)

Cartões vermelhos: -

Gols: Hernani 6'/1ºT (1-0).

ATLÉTICO-PR: Santos, Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Nicolas; Otávio, Hernani, Lucas Fernandes (Juninho, 25'/2ºT), Pablo e Luan (João Pedro, 13'/2ºT); André Lima (Marcão, 41'/2ºT) - Técnico: Paulo Autuori.

BOTAFOGO: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson e Diogo Barbosa; Airton (Salgueiro, 13'/2ºT), Bruno Silva (Leandrinho, 25'/2ºT), Rodrigo Lindoso e Camilo; Neilton (Rodrigo Pimpão, 35'/2ºT) e Sassá - Técnico: Jair Ventura.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos