Árbitro relata xingamentos, e Caio Júnior pode se complicar no Brasileiro

O que era para ser uma partida tranquila entre Chapecoense e Flamengo, neste domingo, foi um jogo marcado por polêmicas. Irritado com um pênalti não marcado no início do segundo tempo e de quatro cartões amarelos dados aos seus jogadores contra nenhum aos cariocas, o técnico Caio Júnior reclamou muito com a arbitragem, que relatou tudo na súmula, o que pode se tornar um problema para a equipe catarinense.

Após o término da partida foi expulso o técnico da equipe da Chapecoense, sr. Luiz Carlos Saroli, por se dirigir em direção ao trio de arbitragem e com o dedo em riste proferir as seguintes palavras para o assistente 1: 'Você é covarde! Assume! Vou acompanhar sua carreira! Você é um covarde!'. O mesmo ainda empurrou o escudo dos policiais tentando chegar até o trio de arbitragem, sendo contido e retirado por companheiros de sua equipe", escreveu o juiz, complementando.

"Informo ainda que no momento em que nos retirávamos do campo de jogo, protegidos pela polícia, foi arremessada para dentro do campo uma garrafa plástica com líquido dentro. O objeto partiu da arquibancada onde estava posicionado a torcida da Chapecoense, não atingindo a equipe de arbitragem. O responsável pelo arremesso foi identificado", finalizou.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos