Com volta de lesionados, São Paulo inicia série de treinos fechados

A série de treinos fechados no CT da Barra Funda começou na tarde desta terça-feira. O elenco do São Paulo se reapresentou, às 15h, após um dia de folga e o empate sem gols com o Coritiba no último domingo. E o técnico Ricardo Gomes já recebeu boas notícias com o avanço na recuperação de quatro jogadores que estavam lesionados.

O centroavante Gilberto, que passou quatro dias no Reffis para tratar dores na panturrilha direita, apareceu em campo para treinar com o fisioterapeuta Betinho. Já o goleiro Renan Ribeiro foi liberado para trabalhar com o preparador Carlos Gallo e praticou defesas pela primeira vez depois de dois meses afastado por fratura por estresse nas costas.

As outras duas boas notícias para Ricardo estão em fase mais avançada de recuperação. O zagueiro Douglas e o volante Wellington, que sofreram graves lesões no joelho, continuam sob supervisão da preparação física do Tricolor, mas puderam participar da maior parte do treino desta terça com todo o grupo, que fez atividades técnicas e táticas sem definição de titulares.

- Temos agora quase dez dias de trabalho até o jogo, é bom para nos dar mais conhecimento dos jogadores. Já faz três jogos que estou aqui e agora posso começar a exigir a equipe de uma forma diferente, e acredito que essa cobrança vai conseguir melhorar o São Paulo - celebrou Ricardo, que pode ter até oito desfalques para encarar o Palmeiras, na 23ª rodada do Brasileirão.

A lista de problemas para o clássico de 7 de setembro tem Cueva, Mena, Lucão e Lyanco, que servem seleções em datas Fifa, o suspenso Buffarini e os lesionados Bruno e Rodrigo Caio, que trataram os problemas musculares no Reffis. Gilberto também entra na conta, mas com mais possibilidades de estar apto para enfrentar os palmeirenses no Allianz Parque.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos