Que fase! Goleiro do Inter é flagrado em exame antidoping

As má notícias para o Internacional extrapolaram as quatro linhas. Nesta quarta-feira, o clube foi informado que o goleiro Jacsson foi flagrado em exame antidoping, que apontou positivo para corticoide.

O duelo em questão foi válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, dia 17 de julho, o jovem arqueiro substituiu Marcelo Lomba na derrota diante do Palmeiras, por 1 a 0. Este jogo marcou também a estreia do técnico já demitido Paulo Roberto Falcão.

Jacsson tem até o final da tarde desta quarta para autorizar a Comissão Nacional de Controle de Doping da CBF a realizar os testes de contraprova, no laboratório da UCLA (Universidade da Califórnia, em Los Angeles). O Inter, por sua vez, não corre o risco de perder pontos no Brasileirão.

Caso os novos testes voltem a dar positivo para a mesma substância, Jacsson sofrerá a seguinte punição prévia: suspenso por 30 dias. Em seguida, corre o risco de ser denunciado pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e, em caso de julgamento, pode ficar por pelo menos seis meses longe dos gramados.

Corticoide

Os corticoides são considerados doping porque geram um aumento da capacidade respiratória e diminuem a fadiga. Eles, em geral, são utilizados como anti-inflamatórios.

Outros casos de doping no Inter

Lamentavelmente para o torcedor do Internacional, casos de doping não têm sido raros entre jogadores do clube. Há menos de um ano, os volantes Nilton e Wellington suspensos por seis meses (30 dias de preventiva mais cinco meses) devido a doping pelas substâncias hidroclorotiazida e clorotiazida

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos