Infantino, sobre tecnologia testada em clássico europeu: 'Promissora'

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, esteve presente na vitória da França sobre a Itália por 3 a 1, nesta quinta-feira, em amistoso disputado em Bari. Mais do que o interesse no clássico, o ítalo-suíço veio checar a nova tecnologia experimentada pela entidade.

Durante o jogo, o árbitro teve à disposição um vídeo-auxiliar para receber informações sobre os lances mais duvidosos. O juiz, no entanto, não foi autorizado a interromper a partida. É como se fosse alertado, sem poder alterar as decisões tomadas.

Em entrevista coletiva após o embate, Infantino aprovou o primeiro teste.

- A tecnologia é promissora. Pode ser que ajude. O árbitro é o único que não tem acesso às imagens, mas é preciso analisar o procedimento para que o jogo não seja interrompido toda hora - opinou Infantino.

Posteriormente, a avaliação será estendida para torneios nos Estados Unidos, Itália, Austrália, Alemanha, Brasil, Holanda e Portugal.

A Fifa acredita que o teste será importante para a formação de árbitros de elite.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos