Léo Príncipe 'segura a bronca' e faz até apelo por jovens no Corinthians

Segundo as avaliações do LANCE!, o lateral-direito Léo Príncipe foi o melhor jogador em campo no duelo entre Fluminense e Corinthians, na última quarta-feira. Confronto eliminatório, adversário forte, fora de casa... Nada disso abalou o garoto de 20 anos ao substituir Fagner e dar a assistência ao gol de Rodriguinho.

O garoto revelado nas categorias de base do Timão atuou pela segunda vez como profissional no clube, e só está tendo espaço durante o período de Fagner na Seleção Brasileira porque o Corinthians "quebrou a cara" em todas as suas investidas por um lateral no mercado. Sem acerto com Gilberto, da Fiorentina (ITA), e nem o colombiano Otálvaro, do Santa Fe (COL), o Timão não se empolgou com outros nomes oferecidos, como Leandro Salino, ex-Olympiacos (GRE), e adiou a busca por reforço na posição. Léo Príncipe aproveitou esta brecha.

- Acredito que tenha me saído bem, fiz o que foi pedido pelo Cristóvão e consegui ajudar bem o time tanto defensivamente como no ataque. A assistência veio pra coroar ainda mais minha partida, fico muito feliz em ter participado do gol em um jogo tão difícil. Aos poucos vou evoluindo e mostrando meu potencial pra poder estar na equipe do Corinthians - diz o satisfeito Léo Príncipe, ao LANCE!.

No clube desde 2014 e animado com as perspectivas atuais, já que soma duas partidas como profissional e tem chances de jogar a terceira na próxima quinta-feira, Léo espera que mais jovens jogadores tenham espaço no Corinthians. No elenco atual há oito jogadores entre os 29 do grupo que foram formados ou têm passagem na base, mas só dois são habituais titulares.

Inspiração para quem está chegando, o camisa 32 fez um apelo tímido por mais oportunidades aos jovens. Arana, Léo Santos, Pedro Henrique e tantos outros esperam que as palavras sejam ouvidas.

- É muito difícil sair das categorias de base e jogar no profissional, principalmente na linha defensiva. Não é só no Corinthians, mas é sempre bom quando algum menino da base consegue jogar no time principal. Qualquer jogador que sobe está realizando o sonho de criança, então sempre vão fazer o máximo - sentenciou o lateral.

Garoto teve a chance de sair - Pouco após ser devolvido pelo Oeste, Léo Príncipe teve oferta para se transferir para o Panathinaikos, da Grécia. O ex-volante Gilberto Silva é dirigente do clube europeu e recomendou a contratação do jovem brasileiro. O negócio só não prosperou porque o Timão barrou qualquer chance de saída, já que não tinha opção além de Fagner no setor. Léo Príncipe tem um ano e meio de contrato e 60% de seus direitos econômicos pertencem ao Corinthians.

BATE-BOLA com LÉO PRÍNCIPE

LATERAL DO CORINTHIANS, AO L!

Você teve alguma conversa com o Cristóvão antes ou após o jogo?

O Cristóvão me passa muita tranquilidade e confiança antes dos jogos, e saber que seu treinador confia no seu trabalho é essencial pra fazer uma boa partida. Tem sido assim aqui.

O Corinthians foi atrás de vários laterais antes de você jogar. Acha que as boas atuações são um recado de que você está preparado?

Quando voltei do Oeste eu realmente não estava preparado, o futebol é totalmente diferente, mas com alguns meses de trabalho consegui evoluir e chegar no nível da equipe, ainda precisando evoluir bastante como qualquer jogador que sobe das categorias de base. Vou continuar trabalhando para quando o Corinthians precisar estar preparado.

Fagner estar na Seleção Brasileira hoje é algo que te inspira?

É um grande jogador, estou sempre observando ele nos treinos e jogos, é um jogador de Seleção, então é um dos melhores, e eu procuro sempre me inspirar em quem é o melhor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos