Sassá exime dupla de zaga de culpa e lembra: 'Sem tempo para lamentar'

Sem caça as bruxas. Esse é o lema do grupo do Botafogo após a defesa ter sido muito criticada pela goleada sofrida diante do Cruzeiro, na última quinta-feira, na Arena da Ilha. Na coletiva depois do treino desta sexta, Sassá reforçou o discurso de não encontrar culpados pelo resultado e classificou como uma 'infelicidade' as falhas defensivas que culminaram no 5 a 2 em casa:

- Eu converso bastante com o Emerson e falei com ele na segunda: "Você fez um grande jogo contra o Atlético-PR." E esse jogo contra o Cruzeiro foi uma infelicidade. Mas a gente confia no Renan, no Emerson e queremos que no domingo essa reação venha - disse o artilheiro alvinegro, com 11 gols.

Além de defender os seus companheiros, Sassá destacou que a partida contra o Cruzeiro foi atípica, lembrando que, dentro do calendário apertado do futebol brasileiro, o elenco não tem tempo para ficar lamentando o resultado negativo:

- Esse jogo foi atípico. A partida estava boa para a gente. Veio o segundo tempo e aconteceu aquilo. Complicado, ninguém gosta. Mas o time não tem tempo para lamentar - alertou o atacante botafoguense nesta sexta-feira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos